Cleber nega atrito com Dorival após corte: “Respeito meu treinador”

Quando o Santos divulgou a lista com os 19 relacionados para o duelo contra o Santa Fe, nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), em Bogotá, pela terceira rodada da fase de grupos da Libertadores, a principal surpresa ficou por conta da ausência de Cleber.

Contratado junto ao Hamburgo, da Alemanha, por R$ 7,3 milhões em dezembro do ano passado, o zagueiro não tem nenhuma lesão constatada e foi cortado apenas por uma escolha da comissão técnica. O defensor, inclusive, negou qualquer tipo de problema com o comandante e espera recuperar o espaço dentro das quatro linhas.

“Respeito muito meu treinador e acato suas decisões como funcionário do clube. Assunto de lesão deve ser respondido pelo médico da instituição. Eu respondo apenas pelo que faço, que é jogar futebol. Todos os dias eu trabalho duro focado em conquistar meu espaço no time, sempre respeitando meu comandante e companheiros. Estou muito feliz em vestir a camisa do Santos Futebol Clube e pronto para honrar esse manto em todos os momentos, dentro e fora de campo”, ressaltou Cleber, que não viajou com o elenco para Bogotá e segue treinando no CT Rei Pelé.

Para o embate diante dos colombianos, Dorival optou por relacionar apenas dois zagueiros: David Braz e Lucas Veríssimo. O volante Yuri, porém, pode ser uma opção para a defesa, mesmo sendo volante de origem.

Com quatro pontos, o Santos é o líder do grupo 2 da Libertadores e precisa de uma vitória contra o Santa Fe para seguir no topo e encaminhar a classificação para as oitavas de final do torneio continental.