Clayton começa a se sentir à vontade a serviço do Corinthians

O técnico Fábio Carille já demonstrou que aposta bastante em Clayton para a sequência da temporada do Corinthians. O atacante emprestado pelo Atlético-MG, em troca pelo meia Marlone, foi utilizado durante os jogos contra Botafogo-SP e Universidad de Chile e gostou do seu desempenho.

“Entrei bem. Aos poucos, vou me adaptando”, sorriu Clayton, incomodado apenas por ter perdido um gol na vitória por 2 a 0 sobre os chilenos, na quarta-feira, em Itaquera. “Foi um erro meu. Dava para ter feito 3 a 0 e matado o jogo, o que era importante. Mas conquistamos um resultado bom”, conformou-se.

Clayton era um atacante que o Corinthians desejava desde os tempos de Figueirense. Contratado pelo Atlético-MG, ele não vingou em Belo Horizonte, assim como ocorreu com Marlone em São Paulo. “Eu estava sem espaço lá. Não tinha oportunidade de jogar. Agora, estou me preparando para isso, para ajudar a equipe”, sintetizou.

O reforço espera contribuir com o seu novo time pelas pontas. Ele já se tornou o principal concorrente do paraguaio Ángel Romero por um lugar entre os titulares. “Devo jogar pelos lados, onde gosto. Sou um atacante de velocidade. A minha especialidade é ter profundidade e fazer o movimento de facão”, apresentou-se.

Por enquanto, Clayton está satisfeito com os resultados coletivos obtidos pelo Corinthians, como a vantagem construída no duelo com a Universidad de Chile, válido pela primeira fase da Copa Sul-Americana. “Sem dúvidas. O importante era não tomar gols em casa, e conseguimos marcar dois. Vamos para o Chile com uma boa vantagem”, celebrou.