Clayson é denunciado e pode desfalcar Corinthians por seis jogos

Clayson atirou água em torcedores da Chape (Imagem: Reprodução/Premiere)

Clayson é denunciado e pode desfalcar Corinthians por seis jogos

Clayson atirou água em torcedores da Chape (Imagem: Reprodução/Premiere)


O atacante Clayson, do Corinthians, foi denunciado pelo STJD e responderá ao artigo 258-A por provocar o público durante a partida. A pena prevista é de suspensão de um a seis jogos. Ele será julgado nesta quinta-feira, a partir das 14h30, pelos Auditores da Quinta Comissão Disciplinar do STJD do Futebol.

Clayson foi denunciado por ter atirado água em torcedores da Chapecoense após ter sido substituído aos 27 minutos do segundo tempo. Aparentemente muito irritado com que ouvia fora de campo, Clayson pegou uma garrafinha e jogou água em torcedores da Chape que estava atrás do banco. Uma mulher e o marido dela, que estava com o filho no colo, foram atingidos. O atacante também quase acertou uma gandula. Após a partida, ele pediu desculpas.

- Acabei errando. Ele estava ali com a família, quero mais pedir desculpas pelo ato, eu estava de cabeça quente. Mas uma coisa não justifica a outra - disse Clayson, na ocasião.

Na mesma partida, Barreto, da Chapecoense, foi expulso por reclamação. A Procuradoria denunciou Barreto por violar o artigo 258, §2º, II, do CBJD ao reclamar desrespeitosamente contra as decisões da arbitragem, e ele também pode ter pena de um a seis jogos.

“Expulsei aos 39 (trinta e nove) minutos do primeiro tempo da partida, o Senhor Gustavo Bonatto Barreto, jogador substituto da equipe da Associação Chapecoense de Futebol, número 95, por questionar de forma acintosa a decisão da arbitragem, estando no seu banco de reservas, desferindo um soco no ar e proferindo as seguintes palavras: "você está de sacanagem, não marca uma a nosso favor". Ao aproximar do banco, o mesmo repete a situação narrada acima”, escreveu o árbitro Grazianni Maciel na súmula.








Leia também