Claudinho revela motivo da saída do Santos: "Não fui valorizado"

LANCE!/DIÁRIO DO PEIXE
·1 minuto de leitura


Destaque do Red Bull Bragantino e um dos artilheiros do Campeonato Brasileiro, o atacante Claudinho revelou o motivo da sua saída do Santos. O jogador afirmou que não foi valorizado no clube, que não queria sair do Santos e que se via jogando profissionalmente no Peixe.

>> Confira a tabela atualizada do Campeonato Brasileiro

- Olha, de verdade, não era uma coisa que eu queria [trocar o Santos pelo Corinthians], porque vivi minha adolescência ali, me via subindo para o profissional e jogando profissionalmente ali (...) Chegou um momento em que meu contrato no Santos estava acabando, chegou diretor novo e acabou não valorizando a história que eu já tinha na base. Como falei, eu sou de uma família muito humilde, tinha essa responsabilidade também, da minha casa, então o Corinthians abriu a porta e me deu essa oportunidade - revelou Claudinho em entrevista ao UOL Esporte.

Claudinho chegou ao Santos com 5 anos, passou pela transição do futsal ao futebol de campo e saiu quando tinha 18 anos. Ele foi vice-artilheiro do Campeonato Paulista sub-17 de 2014 e disputou a Copa São Paulo de Futebol Júnior daquele ano. Deixou o clube de graça no meio de 2015. Na época, as categorias de base do clube eram comandadas pelo coronel Ronaldo Lima, nome de confiança do ex-presidente Modesto Roma Jr.

Sondado por clubes árabes, Claudinho está avaliado em mais de US$ 12 milhões (cerca de R$ 80 milhões). Como clube formador, o Santos tem direito a 2,5% de uma eventual transferência pelo mecanismo de solidariedade da Fifa.