Claudinei Oliveira projeta Brasileirão nas finais contra a Chapecoense

Claudinei Oliveira (Foto: André Ribeiro)

Há oito meses no comando do Avaí, o técnico Claudinei Oliveira viverá a sua primeira final pela equipe. Neste domingo, Avaí e Chapecoense começam a disputar a decisão do Campeonato Catarinense. E o treinador, na busca pelo título, já vê esses duelos também como um “primeiro passo” na Série A do Campeonato Brasileiro.

- Por enfrentarmos a Chapecoense, que é uma equipe de Série A, creio que essas finais servirão, também, como parâmetro, uma chance de avaliar, novamente, como este grupo se comporta em situação de pressão. Todas as vezes que o fizemos, o grupo respondeu muito bem. Então creio que seja um jogo que serve, sim, para isso. Óbvio que queremos o título, mas todo jogo serve para esta análise - disse Claudinei, que vê sua equipe pronta para a final.

- A equipe está pronta para decidir. Ano passado, na Série B, mostrou isso. Tivemos vários jogos decisivos, e se portou muito bem. Este ano no título do primeiro turno foi a mesma coisa. É uma equipe acostumada com jogos decisivos, já passamos por dificuldades em vários níveis, que nos faz acreditar que a equipe está pronta para decidir emocionalmente e tecnicamente.

Com um aproveitamento de 67,5% à frente do Avaí, Claudinei já teve duas experiências como técnicos de clube na elite do futebol nacional. Em 2013, comandou o Santos e, em 2014, o Atlético-PR. E os aproveitamentos à frente das duas equipes fazem com que o treinador sonhe com uma boa campanha agora com o Leão da Ilha.

- Os trabalhos no Santos e no Atlético, juntos, resultam em 56 jogos de Série A. Fomos sétimos em 2013 e oitavos 2014. E nos dois anos as equipes estavam um pouco desacreditadas, mas conseguimos, juntamente com os jogadores, fazer campanhas até acima do esperado, pelo início da competição. Conseguimos mais de 50% de aproveitamento nas duas equipes. Se você comparar esse aproveitamento com a média do ano passado, daria até Libertadores. Então, pelo que já vi de Série A, acho que conseguimos montar uma equipe competitiva para disputar a Série A deste ano - finalizou







E MAIS: