Clássico mineiro terá formação antiga contra modernidade

O clássico entre América-MG e Cruzeiro, neste domingo, no Independência, pelo Campeonato Mineiro, vai colocar frente a frente o que há de moderno no futebol mundial contra uma formação bem antiga.

Enquanto o técnico Mano Menezes tem à sua disposição um elenco que dá capacidade de dar duas funções a alguns jogadores, como Robinho e Rafael Sóbis, por exemplo, ambos com duas funções em campo, o treinador do Coelho, Enderson Moreira, pretende colocar seu time com três zagueiros.

O América-MG chega para o jogo após a vitória sobre o Uberlândia. Com isso, a classificação dentro do torneio estadual também cresceu – o time de Enderson Moreira chegou aos 11 pontos, na terceira colocação. Para a partida, o treinador americano treinou sem Matheusinho, que sofreu leve queda de rendimento nos últimos jogos, e escalou Renato Justi.  Na direita, Alex Silva foi escalado na vaga de Auro.

A Raposa segue sua busca para alcançar o Galo. O time do técnico Mano Menezes é a segunda colocada do Campeonato Mineiro, com 16 pontos, dois a menos que o Galo que é o líder. O time celeste ainda está invicto na temporada e seu pior resultado foi um empate.

Pelo lado do Cruzeiro, o técnico Mano Menezes deve promover retornos ao time titular. O meia Robinho deve ser novamente opção entre os 11, assim como o lateral Diogo Barbosa. No meio, Ariel Cabral deve dar vaga a Lucas Silva.

FICHA TÉCNICA:

AMÉRICA-MG X CRUZEIRO

 

Local: Estádio Independência, Belo Horizonte (MG)

Data: 12 de março de 2017, domingo

Horário: 16h (de Brasília)

Árbitro: Cleisson Veloso Pereira

Assistentes: Felipe Alan Costa de Oliveira e Ricardo Júnior de Souza.

AMÉRICA-MG João Ricardo, Rafael Lima, Messias, Renato Justi; Alex Silva, Pará, Gustavo Blanco, Juninho, Gerson Magrão e Renan Oliveira; Hugo Almeida.

Técnico: Enderson Moreira.

CRUZEIRO – Rafael, Ezequiel, Caicedo, Manoel, Diogo Barbosa, Henrique, Lucas Silva, Robinho, Thiago Neves, Arrascaeta e Rafael Sóbis.

Técnico: Mano Menezes.

Leia também