Em clássico eletrizante, Inter leva empate do Milan no último minuto

A Inter de Milão estava vencendo o clássico contra o Milan, neste sábado, por 2 a 1, até os 51 do segundo tempo, quando os rubro-negros chegaram ao empate por 2 a 2, na abertura da 32ª rodada do Campeonato Italiano. No estádio Giuseppe Meazza, Candreva e Icardi abriram 2 a 0, mas os zagueiros Romagnoli e Zapata igualaram o marcador.

Com o empate, o Milan segue à frente da Internazionale na tabela. O time de Vincenzo Montella tem 58 pontos, contra 56 da equipe de Stefano Pioli. Ambas seguem na luta por uma vaga na próxima Liga Europa.

Na próxima rodada, a Inter tenta voltar a vencer jogando fora de casa, contra a Fiorentina. O Milan, por sua vez, recebe o Empoli, ameaçado pelo risco de queda à segunda divisão.

O jogo – A partida começou movimentada, e com o Milan melhor. Aos 13, Suso arriscou de longe, obrigando Handanovic a fazer boa defesa. Logo na sequência, Deulofeu também tentou, mas carimbou a trave.

Aos poucos, a Inter conseguiu se organizar em campo e arrefecer a pressão dos rivais. Ainda assim, o time de Vincenzo Montella era melhor na partida. Mesmo assim, foi a equipe do zagueiro Miranda que abriu o placar.

Aos 35, Candreva foi mais rápido que a defesa e saiu na cara de Donnarumma. O italiano finalizou bem e não deu chances ao jovem goleiro: 1 a 0. Antes do intervalo, aos 43, o artilheiro Icardi mostrou oportunismo na área e ampliou, levando a Inter aos vestiários com boa vantagem.

Na segunda etapa, em oposição aos primeiros 45 minutos, foram os comandados de Stefano Pioli que começaram melhor. O croata Perisic teve duas chances. Na primeira, bateu para fora e, na segunda, parou em Donnarumma.

Precisando de gols, o Milan voltou a tentar crescer. Aos 20, Deulofeu finalizou rasteiro, mas Handanovic apareceu bem novamente. Quando parecia que o jogo entraria em ritmo lento, com os vencedores apenas administrando a vantagem, Romagnoli se antecipou à defesa e diminuiu para os rubro-negros, aos 38.

Nos minutos finais, somados a extensos cinco minutos de acréscimos, o Milan buscou o empate, principalmente despejando bolas na área. E, quando a derrota parecia inevitável, o colombiano Zapata se atirou na bola e superou Handanovic, deixando tudo igual no último lance, aos 51 minutos da segunda etapa.