City e United fazem clássico na luta por uma vaga na Liga dos Campeões

Lutando ponto a ponto por uma vaga na Liga dos Campeões da próxima temporada, Manchester City e Manchester United fazem um clássico importantíssimo nesta quinta-feira, às 16h(de Brasília), no Etihad Stadium, em jogo atrasado da 26ª rodada do Campeonato Inglês. Colados na tabela do torneio, as equipes medem forças em confronto direto em que o vencedor irá dormir dentro da zona de classificação para o principal torneio do futebol europeu.

Atualmente com 64 pontos, o Manchester City ocupa a quarta colocação do Campeonato Inglês, tendo até o momento o direito a uma vaga para disputar os playoffs da Liga dos Campeões, uma espécie de fase preliminar da competição.

Para se manter ao menos nesta posição, o técnico Pep Guardiola aposta não somente na vitória no clássico, mas também em um bom desempenho na sequência de jogos dentro de casa. “Nós temos seis jogos restando e quatro deles serão no Etihad Stadium. Amanhã será o primeiro destes jogos em casa e é importante que consigamos os três pontos em busca da classificação para a próxima edição da Liga dos Campeões”, afirmou o treinador.

A principal esperança para o clássico é a presença de duas importantes peças do elenco. Após ser substituído em jogo da Copa da Inglaterra e gerar preocupação, o atacante Sergio Aguero não apresentou nenhuma lesão e deve ser titular. Além dele, o atacante Gabriel Jesus, que virou uma peça fundamental da equipe e está fora de combate há cerca de três meses, também irá voltar. Este, porém, deve ficar no banco de reservas.

Apesar disso, Pep Guardiola deu sinal positivo para a possibilidade de escalar Gabriel Jesus e Aguero juntos no ataque. “Sim, eles podem jogar juntos. Isto depende do jeito que nós queremos jogar. Se quisermos jogar sem dois atacantes de lado, mais centralizado, eles podem jogar juntos”, declarou.

Se no lado azul da cidade, o clima é de esperança pelo retorno de jogadores importantes, na parte vermelha o ambiente é de preocupação pelos desfalques. Para o clássico desta quinta-feira, o Manchester United não deve poder contar com Marcos Rojo, Juan Mata, Chris Smalling, Phil Jones, Paul Pogba e Zlatan Ibrahimovic, este último ausente até o final do ano devido a uma grave lesão no joelho.

Apesar disso, o técnico José Mourinho mostrou confiança nos jogadores que entrarão em campo. “Nós vamos com o que temos disponível e iremos lutar muito com estas peças. Eu confio nos garotos e vamos com todas as nossas forças até o último segundo da temporada. Nós somos guerreiros, os garotos também, e vamos em busca dos objetivos”, afirmou o treinador português.

José Mourinho também comentou sobre a rivalidade com Pep Guardiola, mas minimizou a importância disto em relação ao tamanho do clássico. “Não é sobre Pep Guardiola, nem sobre o Manchester City. É sobre nos objetivos na temporada e nós iremos tentar jogar a Liga dos Campeões. Nós ainda temos duas portas abertas”, declarou, lembrando que o Manchester United também pode se classificar para a Liga dos Campeões caso vença a Liga Europa.

Na cola do Manchester City, o Manchester United ocupa a quinta colocação do Campeonato Inglês, com 63 pontos. Caso vençam, os Diabos Vermelhos assumem a quarta posição, podendo chegar até ao terceiro lugar em caso de goleada.