City desencanta no segundo tempo e ganha por 3 a 0 fora de casa

O Manchester City não deu chances para zebra neste sábado. Jogando no Estádio St.Mary’s, longe de sua torcida, o time do afamado técnico Josep Guardiola não encontrou dificuldades para derrotar o Southampton, por 3 a 0, com todos os gols feitos no segundo tempo. A partida, válida pela 33ª rodada do Campeonato Inglês, foi marcada pela ótima atuação do meia belga Kevin De Bruyne.

Com o resultado, o clube azul de Manchester chegou aos 64 pontos, ultrapassando o Liverpool e assumindo provisoriamente o terceiro lugar. Os Reds, porém, podem recuperar a posição na manhã deste domingo. Já o Southampton segue na zona intermediária da tabela, na nona colocação, com 40 pontos.

Buscando se firmar na zona de classificação para a próxima Liga dos Campeões da Europa, o Manchester City voltará a campo no próximo sábado para enfrentar o West Bromwich, em casa. O Southampton, por sua vez, buscará a reabilitação diante do líder Chelsea, no dia 25, em Londres.

O jogo – O City começou pressionando e chegou perigosamente três vezes com Sergio Aguero, ainda antes dos primeiros dez minutos. Aos 14, porém, os visitantes assustaram em jogada de Gabbiadini e Tadic, que chutou por cima da meta do goleiro Bravo.

O time da casa continuou ocupando o campo de defesa do Southampton, tendo 69% de posse de bola em determinado momento. No entanto, as trocas de passes não resultaram em grandes chances de gol, muito em função da boa marcação do adversário.

O lance mais polêmico da primeira etapa ocorreu aos 38 minutos do segundo tempo, quando, após boa jogada pelo meio, Sané saiu livre na esquerda da área e caiu na saída do goleiro Forster. O árbitro nada deu, o que gerou reclamação dos jogadores do City, que queriam pênalti.

A dinâmica da partida continuou a mesma na segunda etapa. O City pressionou logo nos primeiros minutos e finalmente conseguiu furar a retranca do Southampton. Aos nove minutos, após cobrança de escanteio, o zagueiro Company subiu mais alto que todo mundo para testar firme, sem chances para Forster.

O gol fez o time visitante sair de trás e se expor mais. Após quase sofrer o empate, evitado em grande defesa de Bravo, o City ampliou a vantagem em rápido contra-ataque, que teve desfecho com passe de De Bruyne e finalização perfeita de Sané.

Mais tranquilo em campo, o City sacramentou a vitória com gol de Aguero, aos 35 minutos: o argentino aproveitou mais uma boa assistência do meia belga para cabecear e anotar o seu 11º gol nos últimos 11 jogos.