City começa batalha para reverter suspensão da Liga dos Campeões e envia recurso

Goal.com
Time de Pep Guardiola foi suspenso por dois anos de competições europeias e agora apela para mudar a punição da Uefa
Time de Pep Guardiola foi suspenso por dois anos de competições europeias e agora apela para mudar a punição da Uefa

A Corte Arbitral do Esporte (CAS, em inglês) confirmou que registrou o apelo feito pelo Manchester City contra a punição anunciada pela Uefa. Não há uma data para que a ação seja julgada, mas não deve demorar muito.

Os próximos passos do processo são a formação de um painel de juízes, formado pelo próprio CAS, que analisarão o processo e, posteriormente, marcarão uma audiências com as parte envolvidas. Após o encontro, os mesmos juízes decidirão pela anulação ou não do banimento ao City.

A Uefa puniu os citizens excluindo o clube por dois anos de competições europeias, além de uma multa de 30 milhões de euros por descumprimentos do Fair Play Financeiro e pelo clube não ajudar nas investigações. O clube agora tenta provar sua inocência e reveter esse quadro que pode tirar o time das próximas edições da Liga dos Campeões.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

O escândalo foi revelado em novembro de 2018, quando a revista alemã Der Spiegel publicou e-mails vazados que mostravam irregularidades nas finanças do City. A principal questão eram valores recebidos pelo clube por meio de seu proprietário, Sheik Mansour bin Zayed Al Nahyan, que também é da família que governa Abu Dhabi.

A punição, caso não seja revertida, representará também uma grande mudança no elenco. Jogadores como Raheem Sterling e Kevin de Bruyne devem deixar o clube caso não disputem a Liga dos Campeões na temporada que vem.

Podendo ainda disputar a edição atual da Champions, o Manchester City visita nesta quarta-feira, 26 de fevereiro, o Real Madrid, pelo primeiro confronto entre as equipes nas oitavas de final.

Leia também