Circuito mundial de surfe será transmitido ao vivo por rede social

Nesta quarta-feira, a WSL – sigla da Liga Mundial de Surfe em inglês – anunciou uma mudança para a temporada de 2017 dos três principais campeonatos da entidade. O circuito mundial masculino e o feminino, além dos eventos do Big Wave Tour (BWT), serão transmitidos ao vivo pelo Facebook da WSL.

A inciativa busca criar uma maior interação entre os fãs e a modalidade. Além disso, o calendário instável do surfe, já que as condições climáticas influenciam nas competições, não será um problema, já que qualquer fã da modalidade no mundo todo poderá acompanhar as competições. Quem gostou da inciativa foi o surfista australiano Jordy Smith, número 2 do mundo.

“Uma das minhas coisas favoritas sobre o surfe é que ele está sempre evoluindo – o equipamento, a abordagem, a progressão. É ótimo saber que essa evolução não se limita à água. O Facebook é um lugar tão especial para diferentes culturas se conectarem, e agora a evolução do surfe será acompanhada além das praias. Estou um pouco nervoso pensando que alguns milhões de pessoas estarão me assistindo”, disse Smith.

Na temporada de 2017, o Brasil vai em busca de seu terceiro título mundial de surfe. Em 2014, Gabriel Medina levantou o troféu e, no ano seguinte, foi a vez de Adriano de Souza, o Mineirinho. O atual campeão é o havaiano John John Florence.