Café filtrado é o método mais saudável para ingerir cafeina, diz pesquisa

Existe uma maneira saudável de fazer café. (Getty Images)
Existe uma maneira saudável de fazer café. (Getty Images)

Não há nada melhor do que um café da manhã, ou assim pensávamos.Uma versão mais saudável do nosso café da manhã - sem impacto no sabor, é claro - parece ótima, e agora, graças aos cientistas, isso é uma possibilidade.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Os pesquisadores analisaram como um café deve ser preparado, para diminuir o risco de ataques cardíacos e morte. Eles concluíram que o café filtrado é o mais saudável para nós.

Leia também

A pesquisa, publicada hoje no Revista Europeia de Cardiologia Preventiva, descobriu que o café não filtrado contém substâncias que aumentam o colesterol no sangue. "O uso de um filtro remove tais substâncias e reduz a probabilidade de ataques cardíacos e morte prematura" disse o autor, Dag S Thelle, da Universidade de Gotemburgo, na Suécia.

Há trinta anos, o professor Thelle descobriu que o consumo de café estava associado ao aumento do colesterol total e à lipoproteína "ruim" de baixa densidade, ou colesterol LDL.

Como resultado de sua pesquisa, ele acredita que o nível de colesterol "ruim" no café pode ter "consequências prejudiciais para a saúde do coração".

“Nós nos perguntamos se esse efeito no colesterol resultaria em mais ataques cardíacos e morte por doenças cardíacas. Mas não era ético fazer um teste selecionando de forma aleatória as pessoas para tomarem café ou não. Por isso, montamos um grande estudo populacional e, várias décadas depois, estamos divulgando os resultados”, explicou o professor Thelle.

O estudo analisou 508.747 homens e mulheres saudáveis ​​com idades entre 20 e 79 anos e pediu aos participantes que preenchessem um questionário indicando o tipo de café que consumiam. Tabagismo, educação, atividade física, altura, peso, pressão arterial e colesterol também foram levados em consideração para limitar fatores externos.

As pessoas foram “acompanhadas” por uma média de 20 anos, período em que 46.341 pessoas morreram - 12.621 devido a doenças cardiovasculares.

No geral, beber café não era visto como um hábito perigoso. Na verdade, beber café filtrado era visto como uma opção mais saudável do que não beber café. Beber café filtrado foi associado a um risco reduzido de 15% de morte por qualquer causa, em comparação com o zero consumo.

“A constatação de que aqueles que bebiam a bebida filtrada se saíram um pouco melhor do que aqueles que não tomavam café não pode ser explicada por nenhuma outra variável, como idade, sexo ou hábitos de vida. Então, achamos que essa observação é verdadeira”, afirmou Thelle.

Ele observou que o café não filtrado não aumentava o risco de morte, se comparado com a abstenção de café - exceto em homens com 60 anos ou mais, em que a bebida não filtrada estava ligada à elevada mortalidade cardiovascular.

Embora os dados sejam apenas "observacionais", o professor Thelle dá conselhos para quem não tem certeza sobre o tipo de café que deve beber com base em sua saúde cardiovascular.

“Para pessoas que sabem que têm níveis elevados de colesterol e querem fazer algo a respeito, fique longe de bebidas não filtradas, incluindo café feito em máquinas de café. Para todos os outros, tome seu café sem dor de consciência, mas escolha o filtrado”.

Caroline Allen

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Leia também