Sobe para dez número de mortes causadas pelo 'ciclone bomba' no Sul do Brasil

Yahoo Notícias
Ao menos oito morrem após ciclone no Sul do país - Foto: Corpo de Bombeiros de Santa Catarina
Ao menos oito morrem após ciclone no Sul do país - Foto: Corpo de Bombeiros de Santa Catarina

O “ciclone bomba” matou ao menos dez no Sul do país nesta terça-feira (30). Nove óbitos foram registrados em Santa Catarina e um no Rio Grande do Sul. Nesta quarta-feira (01), São Paulo e Rio de Janeiro também devem sofrer fortes rajadas de vento, já nas primeiras horas os estados do Sudeste já foram atingidos pelos fortes ventos.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

De acordo com a TV Globo, entre os nove mortes em Santa Catarina há uma idosa que morreu após ser atingida por uma árvore. O caso aconteceu na cidade de Chapecó, no Oeste do estado. Outro homem, na Grande Florianópolis, foi atingido pela fiação elétrica após a queda de uma árvore.

Leia também

Os catarinenses seguem em alerta pois pode haver outra forte rajada de ventos nesta quarta no estado. Contudo, ao longo do dia, o ciclone deve perder força e não há previsão de chuvas em quase todo o estado.

No Rio Grande do Sul, a única vítima até o momento morreu soterrada depois de um deslizamento de terra causada pelo temporal em Nova Preta. Vanderlei Oliveira, de 53 anos, foi levado para o hospital, mas não resistiu.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

No Paraná, ventos fortes derrubaram árvores e destelharam imóveis. Curitiba amanheceu com ruas interditadas. Em toda a Região Sul, há registro de uma grande parcela da população sem energia.

Tanto São Paulo como Rio de Janeiro devem sofrer com forte ventania nesta quarta-feira. Desde as primeiras horas do dia, ambos registraram quedas de árvores. No litoral paulista, segundo a TV Globo, há registro de lanchas afundadas.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Leia também