Churrasco e futebol: detentos tentam animar Ronaldinho na prisão


Enquanto a defesa luta para uma liberação para prisão domiciliar, o ex-jogador Ronaldinho Gaúcho e o irmão Roberto Assis tentam se acostumar com a rotina da "Agrupación Especializada", no Paraguai, onde estão presos desde o último dia 6 de março. No entanto, o craque não teve dificuldades para se adaptar no local e recebeu a solidariedade dos novos colegas e de fãs.

Para conquistar o ex-jogador, os detentos tentam agradá-lo com churrasco e comida caseira, além de muito futebol, é claro. O responsável pela cantina também já ofereceu a ele comidas típicas da culinária brasileira, na tentativa de fazer o craque matar a saudade do país.

- Nós oferecemos alimentação completa para os presos, mas, eles podem receber refeição de fora ou fazer comida aqui dentro. Eles fazem lá na área em que o Ronaldinho está e ele come o que preparam - disse Blas Vera, um dos administradores da "Agrupación Especializada".

Além disso, desde que chegou ao presídio, Ronaldinho recebeu diversas visitas de fãs, que costumam levar presentes, principalmente comidas como tortas e suco. O administrador Blas Vera ainda revelou que o futebol tem sido um grande aliado do ex-jogador neste momento de dificuldade.

Ronaldinho Gaúcho e Roberto Assis estão presos desde o dia 6 de março. Já a empresária Dalia Lopez, acusada de liderar um esquema milionário de lavagem de dinheiro e sonegação de impostos, está foragida desde o dia 7. O Ministério Público do Paraguai realizará perícia nos celulares do ex-jogador e do seu irmão.









Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também