Chloé Calmon conquista vitória inédita no Mundial de Longboard

Carioca faturou o título batendo a havaiana Crystal Walsh e o americano Taylor Jensen venceu a outra final em Papua Nova Guiné

A carioca Chloé Calmon conquistou uma vitória inédita nessa sexta-feira em Papua Nova Guiné. Ela ganhou o Kumul PNG do Campeonato Mundial de Longboard da Liga Mundial de Surfe (WSL, em inglês), nas ótimas ondas de Tupira e largou na frente na disputa do título mundial da modalidade, que vai ser decidido na Ilha Taiwan em data a ser confirmada. Se conseguir, será a primeira brasileira e sul-americana no longboard feminino, já que só o peruano Piccolo Clemente e o brasileiro Phil Rajzman conseguiram dois troféus de campeão cada um. A final em Papua Nova Guiné foi contra a havaiana Crystal Walsh e entre os homens o vencedor foi o bicampeão mundial Taylor Jensen, com o norte-americano derrotando o havaiano Kai Sallas na bateria decisiva.

A sexta-feira foi de praia lotada e ondas excelentes em Tupira, com os finalistas dando um verdadeiro espetáculo em baterias com alto nível técnico, todas decididas por pequenas diferenças. A vitória de Chloé Calmon foi pura emoção e só veio na última onda, quando conseguiu uma nota 7,20 para derrotar a havaiana Crystal Walsh por 15,77 a 15,36 pontos.

A carioca já tinha chegado perto da virada quando fez sua melhor onda e recebeu nota 8,57, mas precisava de 8,60 para ultrapassar a havaiana. No entanto, ela lutou até o fim e foi recompensada, vibrando bastante com sua primeira vitória em etapas válidas pelo título mundial da World Surf League por apenas 0,41 de vantagem sobre Crystal Walsh.

- Eu sempre sonhei em ganhar um evento, mas o que aconteceu aqui foi completamente diferente de tudo que imaginei. Este foi o primeiro campeonato que eu deixei de lado a minha competitividade e só procurei me divertir fazendo o que eu mais gosto, então foi ótimo finalmente encontrar esse equilíbrio. Desde a minha primeira bateria aqui, fiquei maravilhada com a energia do lugar e com muita felicidade dentro de mim. Estou muito grata por estar aqui neste lugar incrível com essas pessoas fantásticas e ficaria feliz com qualquer resultado - disse Chloé Calmon.

A busca de Chloé por uma vitória no Mundial de Longboard foi galgada ano após ano. Em suas duas últimas participações na etapa da China que vinha definindo os campeões da temporada, ela ficou em terceiro lugar perdendo nas semifinais em 2015 e no ano passado chegou a decidir o título, porém foi derrotada pela norte-americana Tory Gilkerson na Ilha Hainan. Na sexta-feira em Papua Nova Guiné, a carioca também fez uma grande bateria nas semifinais usando principalmente as manobras clássicas dos pranchões, como o hang-ten e hang-five. Com elas, derrotou a havaiana Honolua Blomfield por 15,64 a 13,30 pontos para chegar em sua segunda final consecutiva.

- Foi realmente incrível e emocionante ver tantas pessoas torcendo por mim, com meus amigos na praia me apoiando nas duas baterias que disputei aqui hoje (sexta-feira) e em todo o campeonato também. A Crystal (Walsh) estava surfando de forma incrível e eu sabia que teria que dar tudo de mim para vencê-la, depois de ganhar da Honolua (Blomfield) naquela última semifinal. Esta vitória significa muito para mim, é uma sensação incrível, muito boa, emocionante e estou muito feliz por ter conseguido realizar meu sonho aqui nesse lugar que vai ficar marcado na minha vida - contou Calmon.

A havaiana Crystal Walsh não conseguiu a sua igualmente primeira vitória em etapas do WLT, mas é a principal concorrente de Chloé Calmon na disputa pelo título mundial de 2017. Ela ganhou a maior nota - 9,5 - da sexta-feira entre as meninas, na semifinal contra a norte-americana Kaitlin Maguire. E liderou quase toda a bateria decisiva com notas 7,03 e 8,33 em suas duas melhores ondas surfadas contra a brasileira, que virou o placar no final.

- Seria bem melhor se eu ganhasse o evento, mas não estou muito preocupada com o resultado porque ainda tem outra etapa esse ano para decidir o título mundial. Esta onda é perfeita, um sonho, então foi ótimo ter um evento de Longboard aqui. Estou realmente animada com tudo que vivi essa semana aqui. Foi um campeonato incrível - afirmou Crystal Walsh.













E MAIS: