Chileno diz que fumou maconha para ser pego no antidoping de propósito antes da Olimpíada

·1 minuto de leitura
Chileno Arley Mendez, do levantamento de peso, competiu na categoria 81kg em Tóquio (Foto: REUTERS/Edgard Garrido)
Chileno Arley Mendez, do levantamento de peso, competiu na categoria 81kg em Tóquio (Foto: REUTERS/Edgard Garrido)

O chileno Arley Mendez, do levantamento de peso, fez uma revelação surpreendente após encerrar sua participação nos Jogos Olímpicos de Tóquio. O atleta disse que fumou maconha às vésperas de um teste para ser pego propositalmente no exame antidoping.

Mendez testou positivo para o uso de maconha em um exame realizado no Sul-Americano de levantamento de peso, na Colômbia, no dia 12 de maio. Ele chegou a ser suspenso por 30 dias, mas o gancho terminou antes da competição em Tóquio.

Leia também:

"Em Cali, fiquei desapontado e peguei a maconha", revelou. "Fiz de propósito para mandar tudo para o inferno."

O atleta disse ainda que está se aposentando do esporte. Ele revelou que tem sofrido com dores no corpo e depressão.

"Estou me aposentando, não quero mais levantar peso . O esporte está me machucando, estou sofrendo muito com dores, depressões ... Não aguento mais", declarou.

"Eu ia me aposentar há muito tempo, mas você sabe o que acontece...eu tinha que alimentar minha família", completou.

Arley Mendez, de 27 anos, foi campeão mundial de levantamento de peso na categoria 85kg em 2017. Ele também possui dois ouros em Jogos Pan-Americanos.

Em Tóquio, Mendez competiu na categoria 81kg e acabou falhando na tentativa de erguer o peso, finalizando a disputa sem contabilizar pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos