"Chile tem nomes e uma equipe muito boa", elogia técnico do Paraguai

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
(arquivo) O técnico do Paraguai,o argentino Guillermo Barros Schelotto em Luque, no dia 29 de outubro de 2021 (AFP/NORBERTO DUARTE)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A seleção chilena de futebol recebeu elogios nesta terça-feira do novo técnico do Paraguai, o argentino Guillermo Barros Schelotto, na preparação para o confronto entre as duas seleções pelas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo do Catar-2022.

A 'Roja' "é uma equipe muito boa que temos de enfrentar e que precisamos superar" na quinta-feira em Assunção, destacou o treinador durante uma coletiva de imprensa, no início da preparação da 'albirroja' para o duelo contra o Chile e a Colômbia, em Barranquilla, em uma semana.

"El Mellizo" destacou que a seleção chilena é muito mais do que Ben Bereton, o atacante inglês naturalizado chileno que vive um grande momento. "Seria injusto citar apenas ele", disse o treinador, que destacou figuras e pilares do elenco como Alexis Sánchez, Edu Vargas e Arturo Vidal.

"Respeitamos uma equipe que mostra há 10 anos ter feito parte daquela que talvez seja a melhor seleção chilena de sua história", acrescentou.

Além de elogiar o próximo adversário, Schelotto pediu à equipe que não olhasse para trás. "Temos apenas seis jogos para definir o nosso futuro", alertou.

O técnico argentino, que substituiu o compatriota Eduardo Berizzo, considerou que a troca de treinador pode dar oxigênio à equipe.

"Quando há uma mudança, os ânimos mudam. Vejo meus jogadores fortes, com boa atitude, receptivos, com vontade de revanche", observou o técnico que assumiu no final de outubro.

Na fase de Berizzo, o Paraguai venceu apenas dois jogos, ambos contra a lanterna Venezuela, e encerrou seu ciclo goleado pela Bolívia por 4 a 0 em La Paz.

O Paraguai é o oitavo (entre as 10 seleções) na tabela, com 12 pontos. Já o Chile, que terá pela frente uma torcida adversária em peso na quinta-feira no estádio Defensores del Chaco (43 mil espectadores), aparece em sexto lugar com 13 pontos.

A quinta colocação, que dá direito à disputa de um playoff intercontinental, é ocupada pelo Uruguai, com 16 pontos.

"Não queremos ficar de fora da Copa do Mundo", disse o zagueiro e capitão da Albirroja, Gustavo Gómez (do Palmeiras).

"O professor tem uma mentalidade vencedora e convence muito rapidamente", disse, se mostrando otimista. "Estamos motivados para encarar uma partida que temos a obrigação de vencer. Vamos lutar até o fim", frisou.

Barros Schelotto comandou o treino da tarde desta terça-feira com o elenco completo, num total de 28 convocados, sendo 22 de clubes estrangeiros.

hro/gfe/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos