Jogo do Inter na Libertadores é marcado por protestos no Chile

Yahoo Esportes
Incêndio nas arquibancadas do Estádio Nacional (Javier Torres/AFP via Getty Images)
Incêndio nas arquibancadas do Estádio Nacional (Javier Torres/AFP via Getty Images)

Nesta terça (4), o jogo entre Universidad de Chile e Internacional, válido pela segunda fase da pré-Libertadores, foi marcado por protestos nas arquibancadas, com direito a cadeiras jogadas na pista de atletismo e um incêndio.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM
SIGA O YAHOO ESPORTES NO FLIPBOARD

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Perto do fim da partida, que aconteceu no Nacional de Santiago com capacidade reduzida, os torcedores chilenos começaram a retirar cadeiras e arremessar para dentro, com a maioria chegando até a pista de atletismo, mas algumas entraram no gramado.

Leia também:

Na parte Sul do estádio, para onde o Inter atacava no segundo tempo, a torcida incendiou alguns objetos, criando um fogo de razoáveis proporções. Os bombeiros precisaram entrar em ação, da pista de atletismo, para apagar as labaredas.

Durante todos os protestos, os caribineiros - policiais locais - não se moveram para tentar acalmar os ânimos, muito pelo fato de que temiam que a situação poderia ficar pior em caso de conflito.

As imagens do protesto não foram mostradas pela Conmebol durante a transmissão. Todos os relatos foram feitos por jornalistas gaúchos que estavam no estádio cobrindo a partida para os veículos esportivos do Rio Grande do Sul.

Desde outubro do ano passado, os chilenos têm protestado contra privatizações, custo de vida e o aumento na desigualdade econômica do país. Tudo começou com uma ação contra o aumento na tarifa do metrô da capital Santiago, e os protestos se estenderam para o resto do país.

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter

Leia também