Chelsea vence United e vai às semis da Copa da Inglaterra

AFP
Jogadores do Chelsea comemoram em Stamford Bridge, Londres, no dia 13 de março de 2017
Jogadores do Chelsea comemoram em Stamford Bridge, Londres, no dia 13 de março de 2017

O Chelsea se classificou às semifinais da Copa da Inglaterra ao derrotar o Manchester United por 1 a 0, nesta segunda-feira, com gol solitário do francês N'Golo Kanté no início do segundo tempo.

A expulsão por dois cartões amarelos do meia espanhol Ánder Herrera, aos 35 minutos de jogo, foi determinante para desenhar o panorama da partida, na qual o Chelsea dominou completamente a posse de bola e teve inúmeras chances de construir um placar mais favorável.

Com a vitória, o Chelsea se classificou às semifinais da Copa da Inglaterra, nas quais fará um clássico londrino com o vizinho Tottenham. Do outro lado da chave se enfrentarão Arsenal e Manchester City.

O duelo disputado em Stanford Bridge começou como previsto: com as duas equipes buscando o gol adversário.

O armênio Henrikh Mkhitaryan teve a primeira chance para o United (12 minutos) e o Chelsea respondeu com tentativas de Eden Hazard (16) e Gary Cahill (16).

Contudo, aos 35, veio a jogada que definiu o jogo. Ánder Herrera cometeu uma falta sobre Hazard e o árbitro não hesitou em mostrar um segundo cartão amarelo para o espanhol, deixando o United com um jogador a menos por mais de metade da partida.

- Expulsão determinante -

O lance colocou fogo em um jogo já bastante quente e árbitro precisou chamar a atenção de José Mourinho e Antonio Conte, após os dois técnicos terem acalorada discussão à beira do campo.

Após a expulsão, Mourinho colocou em campo o belga Marouane Fellaini, tirando Mkhitaryan, enfraquecendo de vez um ataque do United que já não podia contar com Ibrahimovic, suspenso, Rooney e Martial, lesionados. Com isso, o jovem Rashford ficou completamente isolado.

Após o intervalo, o Chelsea seguiu dominando o jogo e chegou ao gol da vitória aos 16 minutos com Kanté, que recebeu do brasileiro Willian na entrada da área e acertou chute rasteiro e colocado que o goleiro espanhol David de Gea não alcançou.

Inofensivo no ataque, o United teve uma clara chance de empatar a partida aos 14 minutos com Rashford. o jovem atacante aproveitou furada do brasileiro David Luiz para ficar no mano a mano com Cahill. Depois de driblar o zagueiro do Cheslea, Rashford chutou cruzado, mas viu o goleiro belga Thibaut Courtois defender no reflexo.

Após o lance de perigo dos Diabos Vermelhos, o Chelsea continuou a rondada a área adversária incessantemente, mas desperdiçou chances de ampliar o placar em finalizações do nigeriano Victor Moses (60), do brasileiro naturalizado espanhol Diego Costa (60) e de Willian (62).

Nos acréscimos, o espanhol Cesc Fábregas teve a última chance ao concluir um rápido contra-ataque, mas De Gea, novamente, salvou o United novamente de voltar para casa goleado.

Leia também