Chelsea vence Tottenham (2-0) na ida da semifinal da Copa da Liga Inglesa

·2 min de leitura
Jogadores do Chelsea comemoram depois de marcar contra o Tottenham (AFP/Adrian DENNIS)

O Chelsea deu um grande passo rumo à classificação para a final da Copa da Liga inglesa ao vencer o Tottenham por 2 a 0 no jogo de ida em Stamford Bridge, nesta quarta-feira.

A partida de volta será realizada em uma semana.

O técnico dos 'Blues' Thomas Tuchel pôde contar com Romelu Lukaku, depois que o atacante belga foi perdoado após pedir desculpas por ter declarado na imprensa seu desejo de deixar Stamford Bridge, mas não com o francês N'Golo Kanté e nem com o brasileiro Thiago Silva, as últimas 'vítimas' da covid-19.

"Parece uma vitória merecida, um excelente resultado porque reflete o jogo. Poderíamos ter marcado mais, mas é difícil marcar contra o Tottenham", disse Tuchel após o jogo.

"Criamos muito, algumas chances enormes. A vantagem é que todos sabem que vai ser uma partida difícil na volta. Ainda não está decidido", acrescentou o treinado alemão.

O Tottenham, apesar de Antonio Conte ter escalado desde o início seu habitual trio ofensivo (Kane, Son e Lucas Moura), só levou perigo no primeiro tempo, já que o Chelsea tinha a posse de bola.

O time da casa saiu na frente logo no começo, com um gol do alemão Kai Havertz após receber um bom passe do espanhol Marcos Alonso (5).

A sorte também estava do lado do Chelsea, que após meia hora de jogo ampliou depois que o zagueiro dos Spurs, Ben Davis, mandou a bola para o próprio gol quando tentava afastar um cruzamento do marroquino Hakim Ziyech (34).

Os 'Spurs' não melhoraram ofensivamente na segunda etapa, e poderiam até ter sofrido o terceiro gol, mas o francês Hugo Lloris defendeu o chute do alemão Timo Werner que teria decretado a vitória.

"Foi um jogo difícil. O Chelsea foi muito melhor do que nós. Se você comparar as equipes, não há comparação", disse Conte.

"Hoje vimos a diferença entre as equipes. Se acharmos que estamos próximos (do Chelsea), acho que não estaremos no caminho certo".

A segunda semifinal, que seria disputada na quinta-feira entre o Arsenal e o Liverpool, foi adiada por uma semana devido ao grande número de casos positivos para covid-19 nos 'Reds'.

O jogo de ida será disputado em 13 de janeiro e o de volta uma semana depois.

hap/mcd/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos