Chelsea vence Tottenham (1-0) em jogo de volta e vai à final da Copa da Liga

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
O zagueiro alemão do Chelsea, Antonio Rudiger (dir.), comemora depois de abrir o placar contra o Tottenham em 12 de janeiro de 2022 no Hotspur Stadium (AFP/Glyn KIRK)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O Chelsea, que já tinha vencido por 2 a 0 no jogo de ida na semana passada, voltou a derrotar o Tottenham, desta vez por 1 a 0 como visitante, nesta quarta-feira, na volta das semi-finais da Copa da Liga inglesa, se garantindo assim na final.

Os 'Blues', atuais campeões europeus, vão buscar o título no dia 27 de fevereiro no Estádio de Wembley, em Londres, contra o Liverpool ou o Arsenal.

Essa outra semifinal não pôde começar na semana passada, já que a primeira partida foi adiada devido a casos de covid-19. Nesta quinta-feira, o Liverpool recebe o Arsenal em Anfield pelo jogo de ida, antes que seja definido o vencedor do confronto no jogo de volta, na outra quinta, dia 20 deste mês, em Londres.

Tudo isso com o objetivo de suceder no trono o Manchester City, que foi campeão nas quatro edições anteriores e acabou sendo eliminado nesta edição pelo West Ham, nas oitavas de final.

O Chelsea vai lutar na final pelo sexto título desta competição, para se aproximar do Liverpool e do Manchester City, que ergueram o troféu oito vezes cada.

A última vez que o Chelsea conquistou a Copa da Liga foi em 2015.

No jogo desta quarta-feira, o Tottenham tinha uma missão difícil após sua derrota por 2 a 0 na semana passada em Stamford Bridge.

Suas esperanças de virada foram totalmente arruinadas quando o Chelsea abriu o placar com um cruzamento do ítalo-brasileiro Jorginho que o alemão Antonio Rüdiger cabeceou para o o fundo das redes aos 18 minutos, aproveitando uma saída errada de Pierluigi Gollini.

O Tottenham desmoronou depois de receber esse duro golpe.

Harry Kane (32) tentou sem sucesso recolocar sua equipe na disputa. Aos 42 minutos o árbitro marcou um pênalti para o Tottenham, mas o VAR indicou que o lance havia acontecido fora da área e a falta foi cobrada na barreira pelo argentino Giovani Lo Celso.

No segundo tempo, o goleiro espanhol Kepa Arrizabalaga impediu qualquer tentativa do time da casa. Aos 61 minutos, ele fez uma defesa particularmente inspirada diante de uma cabeçada de Emerson.

Aos 65, Kane teve um gol anulado após a revisão do VAR e o Tottenham não conseguiu sequer marcar um gol de honra.

bur-smg/dr/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos