Chelsea vence Atlético de Madrid (2-0) e avança às quartas da Champions

·3 minuto de leitura

O Chelsea garantiu sua vaga nas quartas de final da Liga dos Campeões ao vencer o Atlético de Madrid por 2 a 0, nesta quarta-feira, no jogo de volta das oitavas do torneio continental, em Londres.

O ponta-direita marroquino Hakim Ziyech abriu o placar aos 34 minutos e o lateral-esquerdo brasileiro Emerson fez 2 a 0 já nos acréscimos (90 + 3), eliminando os 'rojiblancos' a quem já haviam derrotado na partida de ida por 1 a 0.

"Foi uma vitória merecida, estou muito feliz. O mais importante é que os rapazes sintam a qualidade e a intensidade que colocaram no jogo", disse o técnico do Chelsea, Thomas Tuchel.

"Quartas de final significam que faltam apenas quatro jogos (até a final). É um grande passo e parece excelente", acrescentou.

Revitalizado por Tuchel, o Chelsea sofreu apenas dois gols em seu ainda curto período no comando e está em uma série de seis jogos consecutivos sem sofrer gols considerando todas as competições.

A equipe inglesa não chegava às quartas de final da Liga dos Campeões desde 2014, ano em que foi eliminada nas semifinais pelo próprio Atlético de Madrid.

O Atlético, que no ano passado venceu o Liverpool de virada na prorrogação para avançar às quartas de final, desta vez não conseguiu repetir a façanha.

- 'Foram superiores' -

"Obviamente, hoje eles foram superiores e quando uma equipe é superior você tem que aprender, reiniciar e voltar para seguir em frente", disse Diego Simeone, após o jogo.

O treinador do Atlético havia deixado claro no jogo anterior que só valia a pena vencer, mas a equipe espanhola se viu em Stamford Bridge diante de um Chelsea bem posicionado em seu campo, que soube superar a pressão avançada da equipe espanhola.

O time inglês assumiu o controle do jogo no primeiro tempo com mais de 75% de posse de bola em relação ao Atlético, que terminou a partida com dez jogadores devido à expulsão de Stefan Savic (81).

Ao time madrilenho restou apenas buscar suas chances em saídas rápidas à procura de João Félix e Luís Suárez.

O artilheiro uruguaio se despede da competição sem ter marcado um gol nesta temporada e manteve sua maldição particular, que o mantém sem gols nos jogos europeus fora de casa desde 2015.

Quase sem oportunidades, Suárez acabaria sendo substituído por Ángel Correa (59).

- Oblak abre o placar -

O cerco dos 'Blues' à meta de Jan Oblak teve que esperar meia hora para ser premiado, quando o marroquino Ziyech finalizou com um chute rasteiro por baixo de Oblak, após receber um passe de Timo Werner em um rápido contra-ataque (34).

Após o intervalo, o Atlético continuou a ser dominado pelo Chelsea, que diminuiu um pouco a intensidade, deixando aos rojiblancos um pouco mais de posse de bola, mas sem perder o domínio.

Com o passar dos minutos e a vantagem no placar, o time local foi ficando cada vez mais recuado, optando pelos contra-ataques para surpreender o 'Atleti'.

Os 'rojiblancos' avançaram com tudo em busca dos gols que lhes permitissem se classificar, mas a expulsão de Savic por dar uma cotovelada em Antonio Rudiger (81) os deixou com dez e Emerson, soube aproveitar um contra-ataque do Chelsea para garantir a vitória e a vaga (90+3).

- Sorteio na sexta-feira -

O sorteio das quartas da Liga dos Campeões será realizado na sexta-feira com Bayern de Munique, Borussia Dortmund, Liverpool, Chelsea, Manchester City, Real Madrid, Paris Saint-Germain e Porto esperando para saber quem vão enfrentar.

De todos eles, apenas o Porto, algoz da Juventus de Cristiano Ronaldo nas oitavas de final, avançou depois de se classificar como segundo colocado na fase de grupos. Todos os demais foram líderes de suas respectivas chaves.

As quartas de final serão disputadas nos dias 6 e 7 de abril (ida) e de 13 e 14 de abril (volta).

O torneio já está entrando em sua reta final rumo à grande final que está marcada para ocorrer em Istambul, na Turquia, no dia 29 de maio.

gr/dr/aam