Chelsea vai pagar ao Shakhtar 100 milhões de euros por Mudryk

O atacante ucraniano Mykhailo Mudryk assinou neste domingo um contrato de oito anos e meio com o Chelsea, procedente do Shakhtar Donetsk, anunciou o clube londrino, que pagará 100 milhões de euros (incluindo bônus) pelo jogador de 22 anos.

"Os clubes chegaram a um acordo sobre os detalhes da contratação: O Shakhtar receberá 70 milhões de euros pelo jogador e 30 milhões de euros estão comprometidos em bônus", explicou o clube ucraniano em seu site.

Mudryk, que se destacou nesta temporada na Liga dos Campeões da Europa, parecia estar a caminho do Arsenal, até que finalmente o Chelsea entrou na disputa.

A transferência foi selada no sábado, em uma reunião entre o presidente do Shakhtar, Rinat Akhmetov, e o coproprietário do Chelsea Behdad Eghbali.

"Estou muito feliz por assinar com o Chelsea. É um clube imenso, um campeonato fantástico e um projeto muito atrativo neste momento da minha carreira", disse Mudryk, citado em comunicado.

Atacante que se movimenta habitualmente pela esquerda, Mykhailo Mudryk participou de 18 gols em 18 jogos do Shakhtar nesta temporada, três marcados e duas assistências na Champions.

"Estamos muito felizes por receber Mykhailo no Chelsea. É um talento muito promissor e achamos que será um elemento maior para nossa equipe agora e nos próximos anos", explicaram os proprietários dos 'Blues', Todd Boehly y Eghbali.

Mudryk é a quinta contratação do clube londrino nesta janela de transferências, depois do zagueiro francês Benoît Badiashile, o atacante marfinense David Fofana, o volante brasileiro Andrey Santos (ex-Vasco) e o atacante português João Félix, cedido por empréstimo pelo Atlético de Madrid.

Desde o início da temporada, o Chelsea gastou 450 milhões de euros em reforços.

hap/pm/cb