Chelsea registra déficit de 173,5 milhões de euros em 2020-2021

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
O dono do Chelsea, o russo Roman Abramovich (AFP/Ben STANSALL) (Ben STANSALL)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Chelsea
    Chelsea
    Ao VivoHojeAmanhãx--|

O campeão europeu Chelsea encerrou o biênio 2020-2021 com um déficit de 173,5 milhões de euros, apesar dos 113 milhões de euros ganhos com a conquista da Liga dos Campeões, anunciou o clube nesta quinta-feira.

Apesar de o volume de negócios ter passado de 462,4 milhões de euros para 496,9 milhões de euros este ano graças ao aumento dos direitos televisivos na Premier League e à vitória na final da Champions League em maio (1-0 contra o Manchester City), o clube londrino encerrou 2020-2021 com um déficit, já que a covid-19 reduziu a receita com a venda de ingressos e interrompeu as vendas de jogadores.

Os 'Blues' gastaram 130,9 milhões de euros em transferências desde 30 de junho, principalmente com a chegada do atacante belga Romelu Lukaku. Ao mesmo tempo, apenas 123,7 milhões de euros de vendas entraram em seus cofres, embora o campeão europeu tenha recebido 19,6 milhões de euros de bonificações vinculadas às cláusulas excepcionais de transferências anteriores.

No "cenário provável" de um novo fechamento de jogos ao público devido à onda da ômicron, o Chelsea terá que contar com recursos adicionais da empresa de seu proprietário Roman Abramovich, informou o clube. Desde a chegada do russo em 2003, o Chelsea vive o seu melhor período, com cinco títulos da Premier League, duas Ligas dos Campeões e uma Copa de Inglaterra.

jdg/jc/tmt/psr/dr/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos