Chelsea quer Lionel Messi na próxima janela de transferências

Pedro José Domingues
·2 minuto de leitura

O Chelsea é mais um candidato a fechar a contratação de Lionel Messi na próxima temporada, de acordo com informações do Diario Sport. Com contrato no fim, o argentino poderá assinar livremente com qualquer outra equipe a partir do ano que vem, além de estar disponível para um pré-contrato - menos de seis meses para terminar seu vínculo com o Barcelona.

Com os recentes problemas da gestão de José Maria Bartomeu no Barça, a relação de Messi com o clube blaugrana ficou bastante afetada. Aliado a isso, a indefinição de quem vai ser o novo mandatário do Barça também coloca mais uma interrogação na permanência de Leo Messi na Catalunha.

Com os recentes e altos investimentos na montagem do elenco, o Chelsea vê a contratação de Messi com bons olhos, com o argentino se juntando a uma equipe que já conta com os ótimos Kai Havertz, Timo Werner e Hakim Ziyech - contratados esse ano -, além de uma base bastante promissora.

No entanto, o Manchester City é outro candidato que promete investir forte na disputa pelo craque argentino. Ainda em 2020, os Cityzens ficaram próximos da contratação de Messi, em meio à crise que vivia o clube pós 8-2 na UCL, e os pedidos de renúncia de Bartomeu.

Barcelona v Bayern Munich - UEFA Champions League Quarter Final | Pool/Getty Images
Barcelona v Bayern Munich - UEFA Champions League Quarter Final | Pool/Getty Images

O clube de Manchester estaria disposto a desembolsar o maior contrato do elenco para a chegada de Leo Messi, além de ter uma carta na manga para a concretização do negócio. Trata-se do técnico espanhol Pep Guardiola, em que Messi já revelou o desejo de ser comandado por ele novamente.

A próxima janela de transferências será uma verdadeira batalha campal por Messi, com gigantes europeus disputando sua contratação. Manchester City, pelo visto, larga na frente na disputa por ter um maior poderio financeiro, além de um plano de carreira já traçado para o argentino.

Depois de quase um ano e meio sem poder contratar jogadores - punição da FIFA -, o Chelsea também chega forte por Lionel Messi, com dinheiro em caixa e um projeto bastante interessante e promissor que poder convencer Messi.