Chelsea cede hotel no Stamford Bridge para médicos durante pandemia

Goal.com

Em meio a pandemia do coronavírus covid-19, que cada vez mais impacta o mundo, o Chelsea irá ceder o Millennium Hotel - que fica em Stamford Bridge, estádio dos Blues - para os agentes do Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido (NHS), com todos custos pagos. 

A iniciativa foi tomada pelo magnata russo Roman Abramovich, proprietário do clube londrino, depois de conversas entre membros do NHS e o presidente do Chelsea, Bruce Buck. Na opinião dos dirigentes, essa é a melhor maneira de contribuir durante a crise do covid-19, fornecendo alojamento aos agentes do sistema público de saúde do país com todos os custos pagos pelo magnata.

Isso porque muitos membros das equipes médicas trabalham em turnos muito longos e por muitas horas seguidas e, dessa forma, não são capazes de voltar para casa ou percorrer longos trajetos para isso. As acomodações no Millennium Hotel ajudam a manter a saúde e o bem estar desses profissionais que são fundamentais no atual momento. 

A iniciativa será, a princípio, por um período de dois meses e depois será reavaliada pelos cartolas. Os funcionários do NHS mais beneficiados com a medida serão os que trabalham na região noroeste de Londres, mas isso também pode se estender a outros outros hospitais em outras partes da cidade. 

O número de quartos cedidos vai variar conforme a demanda necessária, mas todo o hotel estará a disposição das equipes médicas, se necessário. Vale destacar que nenhum profissional que apresentar os sintomas da doença irá utilizar as dependências do Millennium Hotel.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também