Liverpool empata com Tottenham (1-1) e City pode abrir vantagem na liderança

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Liverpool e Tottenham empataram em 1 a 1 neste sábado, o que não favoreceu nem os 'Reds em sua disputa pelo título nem os 'Spurs' que lutam por uma vaga na Liga dos Campeões, em um dia ruim para Chelsea e Manchester United pela 36ª rodada.

O Liverpool, recentemente classificado para a final da Liga dos Campeões, recebeu o Tottenham em Anfield em um duelo que era tido como o mais complicado do calendário para os jogadores de Jürgen Klopp nas rodadas restantes.

Obrigados a vencer para se manterem fortes na corrida pelo título da Premier, os 'Reds' dominaram o primeiro tempo, principalmente nos últimos dez minutos, criando chances, mas sem preocupar o goleiro do Totteham, Hugo Lloris.

- City pode se isolar neste domingo -

O primeiro tempo terminou com um empate sem gols e o intervalo foi melhor para o Tottenham, que saiu na frente graças a um gol de Son Heung-min (56), o vigésimo do sul-coreano nesta temporada.

O gol dos visitantes caiu como um balde de água fria nas arquibancadas de Anfield, que via a defesa do Tottenham afastar o perigo retiradamente. Mas um chute forte de fora da área de Luis Díaz (74), desviado por um zagueiro, acabou dentro da rede. O resultado não mudaria apesar do cerco dos 'Reds' e várias chances dos 'Spurs'.

"Estou muito contente com a exibição e orgulhoso da mentalidade que monstramos diante de um adversário incrivelmente bom", comentou o treinador Jürgen Klopp, apesar do resultado.

Com o empate, o Liverpool soma 83 pontos, os mesmos que o Manchester City, que visita o Newcastle neste domingo (12h30, horário de Brasília) e pode aumentar a distância para três. Neste momento e apesar do empate, os 'Reds' lideram com uma ligeira vantagem no saldo de gols (64 para o Liverpool, 63 para o City).

"Ainda faltam jogos, só temos que continuar", acrescentou Klopp.

O resultado não favorece muito o Tottenham (5º) na briga por vagas na Liga dos Campeões. O time alcança 62 pontos, um a menos que o Arsenal (4º), diferença que pode aumentar se os 'Gunners' vencerem o Leeds (17º) neste domingo.

- Dia ruim para Chelsea e péssimo para o United -

O Chelsea (3º) tampouco conseguiu os três pontos e deixou escapar a vitória no fim no empate em 2 a 2 com o Wolverhampton (8º).

Depois de um primeiro tempo sem abertura do placar, o time londrino chegou à vitória com dois gols de Romelu Lukaku em menos de dois minutos (aos 56 de pênalti e aos 58). Os 'Wolves', que em nenhum momento se desligaram do jogo, reagiram graças a um chute indefensável de fora da área do português Francisco Trincão (79) e empataram nos últimos instantes em um cruzamento na área que Conor Coady desviou de cabeça (90+7).

Os 'Blues', que tinham anunciado horas antes do jogo a venda do clube de Roman Abramovich ao consórcio liderado pelo americano Todd Boehly, estão agora há três jogos consecutivos sem vencer, tendo conquistado apenas uma vitória nas últimas cinco partidas do campeonato (2 empates e 2 derrotas), uma hemorragia de pontos que permitiu ao Arsenal (4º) e ao Tottenham (5º) ameaçar o terceiro lugar e complicar a situação dos 'Blues' nas três rodadas restantes.

O sábado foi pior ainda para o Manchester United (6º), que foi goleado por 4 a 0 em sua visita ao Brighton (9º). Os 'Seagulls' dominaram os 'Red Devils' durante todo o jogo e foram para o intervalo em vantagem graças a um chute forte de Moisés Caicedo (15). O Brighton continuou a dominar na segunda etapa, criando mais oportunidades que foram recompensadas com gols do espanhol Marc Cucurella (49), Pascal Gross (57) e Leandro Trossard (60).

Com esta derrota, o Manchester United não tem mais chances matemáticas de entrar no G4, que classifica para a próxima Liga dos Campeões, e a sua participação na Liga Europa ainda não está garantida no momento em que lhe resta apenas uma partida.

- Watford rebaixado -

Em outro jogo da tarde deste sábado, o Watford (19º) confirmou matematicamente seu rebaixamento ao perder por 1 a 0 em sua visita ao Crystal Palace (9º), após um gol de pênalti de Wilfried Zaha (31).

Assim como o Norwich (20º), o outro time já rebaixado matematicamente, os 'Hornets' também haviam sido recentemente promovidos, e retornaram à segunda divisão um ano depois.

Um dos candidatos a acompanhá-los no rebaixamento, o Burnley (16º) perdeu em casa por 3 a 1 para o Aston Villa (11º). Com esta derrota, os 'Clarets' estão provisoriamente fora da zona de rebaixamento, mas podem retornar no domingo.

Na outra partida disputada neste sábado, o Brentford (12º) venceu o Southampton (15º) por 3 a 0.

--- Jogos da 36ª rodada do campeonato inglês e classificação:

- Sábado:

Burnley - Aston Villa 1 - 3

Brentford - Southampton 3 - 0

Crystal Palace - Watford 1 - 0

Chelsea - Wolverhampton 2 - 2

Brighton - Manchester United 4 - 0

Liverpool - Tottenham 1 - 1

- Domingo:

(10h00) Leicester - Everton

Arsenal - Leeds

Norwich City - West Ham

(12h30) Manchester City - Newcastle

Classificação: Pts J V E D Gp Gc SG

1. Liverpool 83 35 25 8 2 87 23 64

2. Manchester City 83 34 26 5 3 84 21 63

3. Chelsea 67 35 19 10 6 70 31 39

4. Arsenal 63 34 20 3 11 54 41 13

5. Tottenham 62 35 19 5 11 60 40 20

6. Manchester United 58 37 16 10 11 57 56 1

7. West Ham 52 35 15 7 13 53 46 7

8. Wolverhampton 50 35 15 5 15 35 34 1

9. Brighton 47 36 11 14 11 38 42 -4

10. Crystal Palace 44 35 10 14 11 46 42 4

11. Aston Villa 43 34 13 4 17 47 47 0

12. Brentford 43 36 12 7 17 44 52 -8

13. Newcastle 43 35 11 10 14 40 56 -16

14. Leicester 42 33 11 9 13 48 54 -6

15. Southampton 40 36 9 13 14 41 61 -20

16. Burnley 34 35 7 13 15 32 49 -17

17. Leeds 34 34 8 10 16 38 72 -34

18. Everton 32 33 9 5 19 35 55 -20

19. Watford 22 35 6 4 25 32 70 -38

20. Norwich City 21 34 5 6 23 22 71 -49

./bds/dam/dr/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos