Chefe vê regulamento de 2021 como chave para permanência da Renault

Redação GP

A permanência da Renault na Fórmula 1 ainda é um grande mistério. Após a turbulência interna por conta da prisão de Carlos Ghosn e a entrada de uma nova administração, o time ainda desconhece se continuará no campeonato após as revisões feitas pelo novo comando da montadora.

Chefe de equipe, Cyril Abiteboul está confiante na permanência do time, especialmente por conta da revolução no regulamento de 2021, que inclui a entrada de um teto orçamentário, que pode diminuir a distância dos franceses para Mercedes, Ferrari e Red Bull, as principais equipes do campeonato.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

"Acho que somos os grandes beneficiários do acordo e regulamento de 2021. Não posso dizer que foi feito para nós, mas com certeza vai na nossa direção. Na minha perspectiva, tudo que fizemos foi com a mente de 2021, e todos sabem disso, inclusive na corporação. Isso fala por si só, mas dito isso, até a decisão ser tomada, ela ainda não foi tomada", disse Abiteboul em entrevista à revista Autosport.

Daniel Ricciardo (Foto: Renault)


A Renault voltou para a F1 em 2016. Desde então, teve o quarto lugar entre os Construtores em 2018 como melhor resultado. O time não conseguiu pódios neste período, mesmo contratando Daniel Ricciardo, um dos principais pilotos do grid. O lançamento do carro para a temporada 2020 acontece em 12 de fevereiro.

Abiteboul afirma que o time não tem pressa para tomar uma decisão a respeito do futuro, já que a gerência da Renault ainda estuda os impactos do Pacto da Concórdia, que ainda não foi assinado pelas equipes da F1.

"Eu acho que é uma corrente paralela. De um lado é o que o time está comprometido a fazer com FIA e FOM. Existe muita discussão sobre a documentação, já vimos centenas de páginas de contrato. Também existe a corrente de continuar se mexendo e melhorando nos termos de nossa performance. Renault está realizado estratégia e planos. Ainda temos uma gerência interina, então estamos em contato com essa gerência", completou Abiteboul


Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo


O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.


Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.






Leia também