Chefe da Sauber acredita que equipe pode conquistar pontos em 2017

A Sauber não teve um bom desempenho na última temporada. A equipe conquistou apenas dois pontos no Mundial, com o nono lugar de Felipe Nasr no GP do Brasil, penúltimo do campeonato de 2016. Na primeira corrida de 2017, na Austrália, Marcus Ericsson abandonou após um choque com Kevin Magnussen na primeira volta, Pascal Wehrlein não disputou já que se recupera de um acidente, e Antonio Giovinazzi, que substituiu o alemão, foi o 12º. Mesmo assim, o time não está desanimado.

A chefe da Sauber, Monisha Kaltenborn, acredita que a equipe pode pontuar na temporada de 2017, apesar do mau desempenho em Melboune. O time foi o mais lento do grid, mas a dirigente acredita que a situação pode mudar em outros locais.

“Acho que pontuar ainda é possível. Conhecemos esse motor, sabemos o que o rodeia e temos que concentrar nossas forças, que estão do lado do chassi. Vamos tentar nosso melhor para compensar essa perda, qualquer que seja, mas sabemos que em algumas corridas será menor. Há outras provas nas quais, definitivamente, teremos nossa chance”, disse ao Autosport.com.

Além disso, Kaltenborn destacou que a Sauber vem se aproximando de outras equipes, e espera que o time tenha um pouco mais de sorte nas próximas corridas. Mesmo assim, não esquece que o trabalho tem que continuar acontecendo.

“Definitivamente temos diminuído a distância para certas equipes que estão à nossa frente, mas ainda precisamos trabalhar e ter certeza de tornar essa diferença menor. Nosso ritmo está lá e só precisamos ter certeza de que esse tipo de acidente não aconteça e que a qualificação seja um pouco melhor”, finalizou Monisha.

Veja abaixo os capacetes dos pilotos da temporada 2017.