‘Do Bronx’ x Hooker e mais três lutas a casar pós-UFC São Paulo

Guilherme Cruz
SAO PAULO, BRAZIL - NOVEMBER 16:  (R-L) Charles Oliveira of Brazil punches Jared Gordon in their lightweight fight during the UFC Fight Night event at Ibirapuera Gymnasium on November 16, 2019 in Sao Paulo, Brazil. (Photo by Alexandre Schneider/Zuffa LLC via Getty Images)
Charles Oliveira venceu rápido em São Paulo (Alexandre Schneider/Zuffa LLC/Getty Images)

Já passou da hora do UFC dar um adversário de nome para Charles “do Bronx” Oliveira.

O peso-leve paulistano brilhou mais uma vez no UFC São Paulo, realizado na noite de sábado no ginásio do Ibirapuera, ao atropelar o duro Jared Gordon em menos de 90 segundos. Oliveira, conhecido pelo afiado jiu-jitsu, agora acumula seis vitórias em sequência no octógono, com quatro finalizações e dois nocautes.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM

A lista de oponentes despachados por “do Bronx” contém atletas populares do esporte como Clay Guida, Jim Miller e Nick Lentz, mas o brasileiro se encontra em uma posição ingrata na divisão até 70kg. Quem está ranqueado acima dele o considera um risco muito grande com pouco retorno. Quem está atrás não topa enfrentá-lo com medo de ter que recomeçar a caminhada em caso de derrota.

Leia também:

“Do Bronx” pareceu ter aprendido a lição de que não basta apenas pedir por “um adversário do top 15” e entrou na jaula com um nome específico em mente. Seu erro, no entanto, foi ter pedido pelo irlandês Conor McGregor, atleta mais popular do esporte. A chance dessa luta acontecer é nula.

Um bom confronto para Oliveira, na opinião do blog, é contra o neozelandês Dan Hooker. “The Hangman” bateu James Vick e Al Iaquinta esse ano, tendo vencido seis dos sete rivais que enfrentou desde que subiu da categoria dos penas (66kg) para os leves (70kg).

Abaixo vão outras lutas que o blog casaria para os principais atletas do UFC São Paulo:

Jan Blachowicz x Anthony Smith: O polonês teve o braço levantado após o duelo com Ronaldo “Jacaré”, mas a vitória não impressionou. Tanto Blachowicz quanto “Jacaré” lutaram muito aquém de suas capacidades, e o duelo morno de 25 minutos terminou à base de muitas vaias.

Blachowicz se colocou à disposição para enfrentar o campeão Jon Jones, mas é bem improvável que ele receba essa chance pelo título — Dominick Reyes tem prioridade, e a péssima luta em São Paulo dificilmente convenceria o UFC a mudar seus planos. Seu próximo adversário pode ser Anthony Smith, que retomou o caminho das vitórias ao finalizar Alexander Gustafsson em junho após cair diante de Jones.

Ronaldo “Jacaré” Souza x Nikita Krylov: O brasileiro estreou na categoria meio-pesado (93kg) com um grande desafio, mas o que vimos no sábado foi a pior performance de sua carreira no MMA. Bastante vaiado em seu país, “Jacaré” dará passos atrás na divisão. Nikita Krylov, ucraniano que já engrossou o caldo de muita gente boa no MMA, seria o adversário perfeito para testá-lo.

Maurício “Shogun” Rua x Paul Craig 2: O duelo entre os pesos-meio-pesados “Shogun” e Craig não foi a pior luta da noite por que “Jacaré” x Blachowicz aconteceu minutos depois, mas vários fatores influenciaram na luta de 15 minutos entre eles. O casamento de estilos entre eles tem potencial.

Ambos pediram por uma revanche imediata após um frustrante empate dividido — que na opinião do blog não foi o resultado mais justo, mas, sim, uma vitória do brasileiro. Levando em conta que esta pode ser a última luta da carreira de “Shogun”, Craig talvez seja o adversário que mais favoreça, pelo estilo de jogo, para que ele deixe o esporte com uma vitória.

Veja mais de Guilherme Cruz no Yahoo Esportes

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter