Charge da Conmebol prioriza argentinos e incomoda o Santos

LANCE!DIÁRIO DO PEIXE
·1 minuto de leitura


Uma charge publicada na rede social oficial da Conmebol gerou uma grande revolta entre os santistas, desde os torcedores até profissionais do clube. Na imagem estão representados Marinho (Santos), Rony (Palmeiras), Santos Borré (River Plate) e Tevez (Boca Juniors), mas os representantes argentinos estão centralizados a caminho do portão de embarque para o Rio de Janeiro, local da final, e isso que gerou um ideia de preferência (veja abaixo).

O superintendente de esporte do Peixe, Felipe Ximenes publicou a imagem em seu instagram e, para demonstrar o incômodo, deixou a seguinte pergunta:

A reclamação de favorecimento aos clubes argentinos é uma reclamação antiga dos times e torcedores brasileiro, especialmente quando envolvem Boca e River. Os dois gigantes da Argentina fizeram a final da Libertadores em 2018.

A última polêmica envolvendo o Santos e a Conmebol foi pela Libertadores de 2018. O Peixe acabou eliminado diante dos argentinos do Independiente depois de perder o primeiro jogo por W.O (em campo foi 0 a 0) pela escalação irregular de Carlos Sánchez, que estava suspenso.

Em maio de 2020, o Tribunal Arbitral do Esporte deu ganho de causa do Santos no caso, já que o clube cumpriu a orientação da Conmebol de consultar o COMET, que liberava Sánchez para o jogo. Logo, a corte decidiu que o Peixe errou por culpa da própria entidade.

Santos e Boca Juniors começam a definir uma vaga na final da Copa Libertadores da América nesta quarta-feira, 19h15, em La Bombonera. O jogo de volta será no dia 13, na Vila Belmiro.