Chapecoense vence Atlético Nacional em encontro emocionante na Recopa

Jogador Luiz Otávio da Chapecoense comemora gol contra o Atlético Nacional, em Chapecó, em 4 de abril de 2017

A Chapecoense venceu por 2 a 1 o Atlético Nacional, nesta terça-feira na partida de ida da Recopa Sul-Americana, em Chapecó, onde a população local fez questão de agradecer o clube colombiano pela ajuda após o acidente aéreo que deixou 71 mortos, há quatro meses.

Após um dia cheio de homenagens, que deixaram o futebol em segundo plano, a Arená Condá explodiu de alegria quando Reinaldo abriu o placar, em cobrança de pênalti aos 23 minutos de jogo.

A disputa cada vez mais dura dentro de campo por um título continental inédito para ambos os clubes, porém, não impediu aos torcedores da Chape de aplaudirem de pé o golaço de MacNelly Torres, que empatou a partida com um chute no ângulo aos 23 do segundo tempo.

A surpresa chegaria pouco depois da partida ser momentaneamente interrompida aos 71 minutos de jogo par uma homenagem às 71 vítimas do trágico acidente, graças ao gol de Luiz Otávio, que deu a vitória à Chapecoense de cabeça.

Com a vitória, a Chapecoense parte com vantagem para o jogo de volta da Recopa, que será disputado em 10 de maio, em Medellin.

Equipe sensação da última temporada, a pequena equipe catarinense viajava para disputar a final da Copa Sul-Americana contra o próprio Atlético Nacional, em 28 de novembro, quando o avião que levava a delegação caiu nas montanhas nos arredores de Medellin.

Apesar da final da Copa Sul-Americana não ter sido disputada devido à fatalidade, os colombianos -campeões da Copa Libertadores de 2016-, solicitaram à Conmebol que a Chapecoense fosse declarada à vencedora da competição.