Chapecoense arranca empate nos acréscimos e impede Athletico-PR de assumir a liderança do Brasileiro

·3 minuto de leitura


No estádio Arena da baixada, em Curitiba, em partida válida pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A, Athlletico-PR e Chapecoense ficaram no empate pelo placar de 2 a 2. O Verdão do Oeste abriu o marcador com Ignácio, após vacilada do goleiro Santos. Minutos depois, Khellven empatou ainda na etapa inicial, em bela jogada. A virada veio no segundo tempo, em cabeçada de Thiago Heleno. A Chape insistiu, pressionou e conseguiu o empate nos acréscimos, com Geuvânio.

Com o resultado, o Furacão ficou com 13 pontos e permanece na vice-liderança. A Chape continua enterrada na zona de rebaixamento com 4 pontos.

Na próxima rodada, o Athletico-PR enfrenta o Fluminense, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. Já a Chapecoense visita o Fortaleza, no Castelão. Ambas as partidas serão realizadas no dia 30 de junho no mesmo horário, às 16h.

O JOGO

MUITA DISPUTA E POUCA EMOÇÃO NA PRIMEIRA PARTE DO JOGO

Os primeiros 20 minutos da partida entre Athletico-PR e Chapecoense na Arena da Baixada foram marcados por muita briga por espaço e sem oportunidades de gol criadas pelas duas equipes.

CHAPECOENSE ABRE O PLACAR
O jogo era tão marcado, que o primeiro gol da partida saiu de uma roubada de bola. O Athletico-PR foi sair jogando no meio-campo e perdeu a bola. No contra-ataque, Fernandinho tentou arremate de fora da área, mas a bola desviou na defesa do Furacão e subiu. O goleiro Santos demorou para sair do gol, Ignácio antecipou e abriu o placar: 1 a 0 para Chapecoense, aos 25 minutos.

ATHLETICO-PR VAI PARA CIMA E EMPATA O JOGO
Após o gol, o Furacão foi com tudo para cima da Chapecoense, que se defendia muito bem e não permitia que os donos da casa criassem grandes chances de gol. Mas, aos 36, após lançamento de Pedro Henrique, Khellven dominou a bola pelo lado direito, limpou a jogada e empatou: 1 a 1.

SEGUNDO TEMPO

ATHLETICO-PR VOLTA MELHOR DO INTERVALO, PRESSIONA E VIRA A PARTIDA

O Furacão voltou do segundo tempo determinado a virar o jogo e pressionava. A Chape fazia o possível para segurar o empate e até a trave ajudava o Verdão do Oeste. A finalização de Terans carimbou o poste do goleiro João Paulo.

Mas, aos 14 minutos, o gol saiu. Após cobrança de escanteio de Terans, Thiago Heleno antecipou a marcação da Chapecoense e fez de cabeça para virar a partida para o Athletico-PR: 2 a 1 para o Furacão.

ATHLETICO-PR NÃO MATA O JOGO, CHAPE VAI PARA CIMA E CONSEGUE O EMPATE
A Chapecoense demorou para assimilar o gol da virada e por pouco não tomou o terceiro. Aos 27, após cruzamento, Matheus Babi, do Athletico-PR, quase marcou de cabeça o terceiro gol do Furacão.

Jair Ventura começou a mexer no time. A Chape foi melhorando com as alterações e começou a criar oportunidades de gol. O Athletico-PR conseguiu segurar a vantagem até os 48, quando dois jogadores que saíram do banco de reservas conseguiram construir a jogada do gol. Kaio Nunes cruzou da direita, Geuvânio dominou e colocou para dentro para igualar o placar e decretar o empate por 2 a 2.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos