Chape fica no 1 a 1 com Nacional e segue sem vencer em casa na Libertadores

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - A Chapecoense segue sem vencer em casa na Copa Libertadores da América 2017. Nesta terça-feira (18), em partida pela terceira rodada do grupo 7 da competição, o time catarinense recebeu o Nacional (Uruguai) e ficou apenas no empate: 1 a 1.

Com o resultado, a Chape se complicou no torneio. Em três jogos, a equipe tem apenas quatro pontos, ocupando a terceira posição. Lanús (Argentina) e o próprio Nacional ocupam as duas primeiras posições, respectivamente com seis e quatro pontos.

Foi o segundo jogo da Chape na Arena Condá pela Libertadores -pela segunda rodada, o clube recebeu o Lanús e perdeu por 3 a 1. Na estreia, vitória fora de casa sobre o Zulia por 2 a 1.

Jogando em casa, a Chapecoense precisou de pouco tempo para abrir o placar. Aos 9 min, Arthur Caike recebeu a bola do lado esquerdo da área e foi derrubado por Sergio Otálvaro -pênalti. Na cobrança, Reinaldo bateu de esquerda no canto direito do goleiro Esteban Conde, que pulou para o outro canto e não conseguiu evitar.

Embora os dois times demonstrassem equilíbrio na posse de bola, a Chapecoense era mais perigosa na hora de criar jogadas. Aos 22 min, Wellington Paulista recebeu o cruzamento pela direita e marcou de cabeça; a arbitragem, porém, assinalou falta de ataque e invalidou o segundo gol catarinense.

O Nacional teve poucas chances, mas não vacilou. Aos 41 min, Kevin Ramírez foi acionado na ponta esquerda e cruzou para trás; Hugo Silveira escorou no contrapé de Artur Moraes e empatou o jogo.

Com um segundo tempo lento, a Chape demorou, mas começou a tomar conta do jogo e a criar as melhores chances. Aos 26 min, Rafael García tentou cortar o cruzamento pela direita, mas cabeceou contra as próprias redes e só não marcou contra porque o goleiro Esteban Conde se esticou e tirou a bola no canto direito.

Mais tarde, aos 29 min, Túlio de Melo recebeu o cruzamento pela direita e dividiu com Conde; a bola sobrou sem goleiro para o camisa 10, que se jogou para escorar e mandou na trave -a bola ainda passou caprichosamente por cima da linha do gol antes de ser afastada pela defesa.

Nos minutos finais, o clima esquentou em campo entre os dois times. Aos 36 min, ao ser substituído, Kevin Ramírez retardou a saída e irritou os jogadores do time da casa. Mais tarde, aos 40 min, em dividida entre Andrei Girotto e Diego Polenta -o volante reclamou de um chute no rosto. No fim, Polenta foi advertido pelo lance, enquanto Moisés Ribeiro recebeu amarelo por reclamação.

CHAPECOENSE

Artur Moraes; Apodi (Moisés Ribeiro), Luiz Otávio, Nathan e Reinaldo; Andrei Girotto, Luiz Antônio e João Pedro; Rossi, Wellington Paulista (Túlio de Melo) e Arthur Caike (Niltinho)

T.: Vágner Mancini

NACIONAL (URU)

Esteban Conde; Sergio Otálvaro (Gonzalo Porras), Rafael García, Diego Polenta e Luis Espino; Santiago Romero, Diego Arismendi, Alvaro González e Kevin Ramírez (Sebastian Rodríguez); Hugo Silveira e Rodrigo Aguirre

T.: Martín Lasarte

Estádio: Arena Condá, em Chapecó (SC)

Árbitro: Carlos Orbe (Equador)

Gols: Reinaldo (C), aos 10min do 1º tempo; Hugo Silveira (N), aos 41min do 1º tempo

Cartões amarelos: Moisés Ribeiro (C); Sergio Otálvaro, Diego Polenta, Kevin Ramírez e Diego Arismendi (N)