Chamusca chega ao Rio, começa a trabalhar pelo Botafogo e terá dedo na escolha de reforços

Sergio Santana
·2 minuto de leitura


O dia a dia do Botafogo contará com uma novidade. Marcelo Chamusca desembarca no Rio de Janeiro nesta segunda-feira e já começa a trabalhar como treinador do Botafogo. Ele ainda não comandará a equipe contra o São Paulo, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro, às 20h, no Estádio Nilton Santos, mas sim estando presente no planejamento da próxima temporada.

O treinador estará presente no dia a dia do Alvinegro, conhecerá o elenco e participará da avaliação, ao lado de Eduardo Freeland, de quais são os atletas do atual plantel que ficarão para a disputa da próxima Série B do Brasileiro.

Mais do que isto, Chamusca terá, a partir de agora, dedo em todas as contratações que o Botafogo fizer - ou tentar. Eduardo Freeland tem consigo uma imensa lista de nomes que foram oferecidos para diversas posições. Os jogadores serão avaliados pelo novo treinador.

Quem for "aprovado" na avaliação de Chamusca terá a continuidade. As questões de negociações e sondagens estavam paradas desde o anúncio oficial de Chamusca como treinador, já que a diretoria entende que, com um técnico definido, ele precisa participar das decisões envolvendo o futuro da equipe.

Haverão, contudo, cinco novidades no elenco do Alvinegro que não necessariamente passaram pelo crivo de Chamusca. Ronald, já anunciado, foi o primeiro reforço para 2021. Outros nomes, como Pedro Castro, Jonathan, Matheus Frizzo e Gilvan estão com as situações encaminhadas.

TEMPORADA 2021 JÁ COMEÇOU
O contrato de Marcelo Chamusca com o Botafogo tem status de "imediato" porque o Botafogo entende que a presença do treinador é importante para que ele entenda o elenco, mapeie as lacunas das equipe e, assim, saiba quais são os nomes indicados para buscar no mercado.

O planejamento visando a próxima Série B começou no Estádio Nilton Santos. A partir de então, o novo treinador terá dedo em tudo que envolver o vaivém do clube de General Severiano.