Cesinha, ex-Atlético Mineiro, entra na seleção da Liga Coreana

LANCE!
·2 minuto de leitura


Nesta quinta-feira (5), a K-League, primeiro campeonato de futebol no mundo a retornar durante a pandemia, escolheu a seleção da temporada 2020. Há 5 anos na Coreia do Sul, o meia-atacante brasileiro Cesinha ganhou mais um prêmio e ficou entre os onze melhores da Liga pela quarta vez.

Em temporada reduzida e adiada por conta da pandemia do coronavírus, o jogador conseguiu se destacar com golaços e boas atuações. Com 19 gols e 5 assistências em 28 jogos, o jogador ajudou a equipe a atingir a 5ª colocação e se classificar para a Liga dos Campeões da Ásia pela segunda vez em sua história.

O prêmio é dividido em três partes: 40% dos votos são concedidos pela imprensa, 30% pelos capitães de cada time e os outros 30% recebem votos da torcida.

- Mesmo com todas as dificuldades que este ano nos trouxe, acredito que pude ajudar a equipe dentro de campo. Estou muito feliz de estar aqui novamente. Dedico esse troféu a Deus, a minha esposa, meus amigos e a todos fãs e membros da família Daegu. Não conseguiria nada disso sem eles. – agradeceu Cesinha

O meia tem muitos motivos para ficar satisfeito com o desempenho. Além do mérito de estar entre os melhores jogadores da competição, ele conquistou outros feitos. Em junho, foi eleito o melhor jogador do mês. Em setembro, chegou à marca de 40 gols e 40 assistências em 142 jogos e se tornou o 5º jogador estrangeiro a atingir essa meta na K-League. Ele se juntou ao meia colombiano Mauricio Molina, o meia brasileiro Eninho, o meia russo Denis Laktionov e o atacante montenegrino Dejan Damjanovic.

Na próxima temporada, junto ao atacante Edgar, ex-São Paulo e também ídolo do Daegu, Cesinha terá mais uma chance de repetir as boas atuações na K-League, na Copa do Coréia e na Liga dos Campeões da Ásia.