Cerveja continua liberada em áreas VIP na Copa do Mundo

DOHA, QATAR (FOLHAPRESS) - "Uma experiência única, em uma área privilegiada." A forma como são descritas as áreas VIP dos estádios da Copa do Mundo no Qatar passou a fazer ainda mais sentido nesta sexta-feira (18), após o anúncio da Fifa de que não serão permitidos a venda e o consumo de bebidas alcoólicas dentro das arenas.

Nem todos os torcedores que forem aos estádios serão afetados pela determinação. Nada muda para aqueles que podem pagar a partir de US$ 950 (R$ 5.100) para acompanhar um jogo da fase de grupos em uma área exclusiva.

O valor consta no site oficial da Fifa que divulga os pacotes de hospitalidades. Alguns deles ainda estão disponíveis de acordo com a publicação da entidade.

Nesses locais, em que também estarão dirigentes da confederação e convidados, ainda serão permitidos o consumo de bebidas alcoólicas, incluindo cerveja, vinho e uma champanhe oficial da Fifa, produzida pela Taittinger.