CEO do Vasco revela que gatilhos em contratos serão cumpridos e entrega futuro de Nenê


O CEO do Vasco, Luiz Mello, revelou que os jogadores que possuem cláusula de renovação automática em caso de acesso irão permanecer. O dirigente afirmou que os atletas conquistaram o objetivo e é preciso respeitar o acordo.

Luiz Mello - Vasco
Luiz Mello - Vasco

Luiz Mello é o CEO da SAF do Vasco (Daniel Ramalho/Vasco)

- Se o atleta tem uma cláusula de renovação, o Vasco vai respeitar o contrato e segue o jogo. A gente vai respeitar porque foram eles, no primeiro momento, que acreditaram no projeto, foi a forma que a gente entendeu de trazê-los e até o final eles entregaram. Eles vieram com o objetivo de subir e conseguiram essa promoção.

Os jogadores que possuem esse gatilho no contrato são Thiago Rodrigues, Edimar, Yuri Lara e Anderson Conceição, que inclusive já renovou o vínculo por mais um ano. Luiz Mello também falou sobre Nenê, que tem contrato até o final do ano. O dirigente elogiou o meia e deixou no ar a possibilidade dele seguir no Vasco após pendurar as chuteiras.

- Nenê é um ídolo do Vasco, um cara que está sempre de alto astral, extremamente competitivo. É um cara que eu sempre quero estar do lado, que auxilia muito o treinador, mas ainda estamos vendo. O Nenê é um cara que tem um futuro grande, como gestor, como atleta, só tenho coisas boas para falar do Nenê - finalizou.

O Vasco estuda a possibilidade de oferecer um contrato de seis meses para Nenê, que também está na mira do técnico Renato Gaúcho. O treinador ainda não definiu a permanência no Grêmio e aguarda o resultado da eleição, que acontece neste domingo. Caso fique, o meia deve receber uma proposta do Tricolor.