CEO do SoftBank reforça críticas sobre realização da Olimpíada de Tóquio

·1 minuto de leitura

Por Sam Nussey

TÓQUIO (Reuters) - O fundador e CEO do SoftBank Group Corp, Masayoshi Son, expressou novas dúvidas neste sábado sobre a realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio durante a pandemia da Covid-19.

"Atualmente mais de 80% das pessoas querem que a Olimpíada seja adiada ou cancelada. Quem e com que autoridade sua realização está sendo imposta?", Son escreveu em um post no Twitter em japonês.

O bilionário disse na semana passada que tinha "medo" de realizar as Olimpíadas durante a pandemia. As pesquisas mostram consistentemente que a maioria dos japoneses se opõe à realização dos Jogos conforme planejado.

A Pesquisa Corporativa da Reuters na sexta-feira mostrou que cerca de 70% das grandes empresas japonesas também querem que os Jogos sejam adiados ou cancelados, depois que as autoridades adiaram o evento em 2020 por um ano devido à pandemia.

Mas um alto funcionário do Comitê Olímpico Internacional disse na sexta-feira que os Jogos iriam "certamente" prosseguir, mesmo se a capital ainda estivesse em estado de emergência, dados "todos os planos que temos para proteger a segurança dos atletas e o povo do Japão".