Ceni indica goleiro e atacante ao Flamengo, mas departamento de futebol veta contratações

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Cada vez mais pressionado, cada vez mais isolado: este é o exato panorama de momento vivido por Rogério Ceni na Gávea. Desaprovado há muito pela torcida do Flamengo, o comandante vai, pouco a pouco, perdendo o apoio do elenco e o respaldo da diretoria, e as partes parecem já "não falar a mesma língua" até mesmo em decisões básicas envolvendo o elenco rubro-negro.

De acordo com a apuração do jornalista Giuliano Cosenza, o treinador não foi consultado a respeito da contratação de Bruno Viana, ou seja, a chegada do zagueiro não passou pelo aval da comissão técnica. Além disso, ainda de acordo com a fonte citada, Ceni pediu a contratação de dois de seus ex-jogadores dos tempos de Fortaleza: o jovem atacante David e o goleiro Felipe Alves, nomes prontamente rechaçados pelo departamento de futebol rubro-negro, por julgar que os dois atletas não estão nível/prateleira para defender o atual bicampeão brasileiro.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A tarde desta sexta-feira (9) foi de muitas notícias quentes envolvendo os bastidores do Flamengo e a situação de Ceni na Gávea: mais cedo, tornou-se de conhecimento público um áudio em que Roberto Drummond, analista de mercado do Centro de Inteligência e Mercado (CIM) do clube, tece duras críticas ao comandante da equipe.

"Cara, ele é uma pessoa ruim. Não tem outra definição. Ele só chega para a gente e fala assim: "Eu quero um jogador do Fortaleza". A gente vira e fala que tem um melhor. Ele já pediu cinco, se não me engano. Até hoje ele força a barra com um", traz um trecho do áudio vazado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos