Ceni exalta “1º tempo fantástico”, mas vê duelo ainda “em aberto”

Apesar da vitória por 3 a 1 e da boa vantagem que o São Paulo levará para o jogo de volta, o duelo com o ABC de Natal pela terceira fase da Copa do Brasil ainda está “em aberto”, segundo o técnico Rogério Ceni. Após o confronto desta quarta-feira, em entrevista coletiva, o treinador disse ter sido essa uma das melhores atuações de sua equipe no ano, mas por outro lado lamentou o gol sofrido no Morumbi.

“Fizemos um primeiro tempo fantástico, com muitas chances de gol, velocidade, criação. E um bom segundo tempo. Não que não saiamos satisfeitos, nem frustrados, mas sabendo que poderia ser uma vantagem maior. Um 3 a 1 deixa tudo aberto contra qualquer equipe, em qualquer competição”, avaliou Ceni, usando o exemplo da derrota do Corinthians para o Sport na final da edição de 2008 para justificar seu argumento.

“Lembro da final entre Corinthians e Sport aqui. Talvez um quarto ou quinto gol nos desse uma análise diferente”, acrescentou. Ceni, contudo, reiterou sua satisfação com o desempenho tricolor nesta noite. Afinal foram 20 finalizações de seus comandados, sendo 11 diretas ao gol do arqueiro Edson. Além disso, o São Paulo teve 67% da posse de bola, uma das principais características de seu time.

“Fico feliz com o que o time produziu, chances claras, posse de bola. Sinto que faltou alguma coisa só para definir uma classificação que ficou aberta. Como produção, só elogios para quem correu, lutou e criou muito, pelo meio, pelos lados, tabelas, bolas cruzadas”, comemorou.

A vantagem que o São Paulo levará para Natal na próxima quarta-feira só não será maior porque a zaga deu bobeira em cobrança de escanteio e permitiu que Márcio Passos cabeceasse sem chances para Denis, apenas dois minutos depois de Luiz Araújo ter feito o segundo gol tricolor.

“Quando você faz um gol, precisa se preocupar com o tempo que falta e a gente ainda toma gol antes disso. Isso vem me preocupando e incomodando os jogadores bastante. Vamos melhorar, corrigir isso. O gol agora foi de bola parada. Treinei muita bola parada ofensiva e sexta talvez pense mais na defensiva. Fizemos três e tomamos quatro nesse quesito, estamos perdendo”, concluiu.