Ceni dá aval, e Flamengo define o que vai fazer com Piris da Motta e Rodinei

Antonio Mota
·2 minuto de leitura

Nomes no mercado. O Flamengo já definiu o que pretende fazer com Rodinei e Piris da Motta. Emprestados ao Internacional e ao Gençlerbirligi, da Turquia, respectivamente, o lateral e o volante se valorizaram nos últimos meses e devem ser negociados em definitivo pelo Rubro-Negro, segundo o jornalista Venê Casagrande. A ideia do clube é lucrar com uma possível venda da dupla.

O jornalista informa que o Flamengo traçou uma meta ousado quanto à venda de jogadores para o ano de 2021. Em balanço, o clube estipulou arrecadar cerca de R$ 160 milhões com negociações de atletas nesta temporada – lembrando que parte do valor já foi conseguido. Assim, para cumprir a meta, o Rubro-Negro Carioca vai precisar negociar peças de seu plantel.

O Flamengo quer fazer caixa com Rodinei e Piris da Motta. | Manuel Velasquez/Getty Images
O Flamengo quer fazer caixa com Rodinei e Piris da Motta. | Manuel Velasquez/Getty Images

Em relação a Piris da Motta, Venê explica que o volante tem contrato com opção de compra até o meio do ano com o Gençlerbirligi, mas que o clube turco não vai utilizar a cláusula contratual para segurá-lo. A equipe teria que pagar 3,5 milhões de euros (R$ 23,7 milhões, na conversão atual) para contratar o atleta em definitivo. De todo modo, o Flamengo não pretende continuar com o paraguaio e aguarda propostas por ele.

O cenário não é muito diferente para Rodinei. Peça importante do Internacional na temporada passada e neste começo de 2021, o lateral-direito tem vínculo com o Colorado até o próximo mês de maio, mas tem um passe muito caro – 4 milhões de euros (R$ 27,17 milhões) – e, por isso, não deve continuar no Beira-Rio. O Inter não vai pagar esta quantia, segundo o mesmo jornalista.

O Flamengo, por sua vez, acredita que ambos os atletas estão valorizados e que vai receber propostas pelos dois.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.