Ceni admite Flamengo 'abaixo do esperado' e cita inspiração em 2019: 'Foi evoluindo e chegou ao título'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


O Flamengo ficou devendo futebol ao longo do empate em 0 a 0 com o Vélez Sarsfield, na noite desta quinta-feira, no Maracanã pela sexta e última rodada da fase de grupos da Libertadores. E Rogério Ceni, na entrevista coletiva, comentou a respeito do frustrante resultado atuando em casa.

- Não falta ambição. Mas concordo que produzimos abaixo do esperado. De bom fica o zero que mantivemos no placar, vínhamos com dificuldade para zerar jogos. Mas hoje, depois de um título, como foi na Supercopa, não fizemos grande apresentação, especialmente no primeiro tempo. Foi pouca intensidade - disse o treinador, que revelou a inspiração na campanha de 2019:

- É sempre preciso melhorar. Em 2019 eu lembro que o Flamengo terminou em sétimo no geral. Foi evoluindo e chegou ao título. É o que a gente espera também. Temos que valorizar sete pontos de nove fora de casa. Primeiro tempo muito ruim, muito abaixo. Assim como foi no pós-título da Supercopa. Foi pouca intensidade. No segundo tempo melhorou bastante. No primeiro tempo não apresentamos o futebol que vemos o time jogar.

Apesar de não ser o resultado esperado, o empate garantiu o Rubro-Negro na primeira colocação do Grupo G, com 12 pontos somados e invicto (três vitórias e três empates). Ceni enalteceu o fato de o time não ter sofrido gol esta noite:

+ Brasileirão: Veja datas, onde ver e locais dos dez primeiros jogos do Flamengo

- Se nós não tomamos gol, é um sinal de melhora. Logicamente não fazer gols se desperta mais curiosidade, ainda mais se tratando de Flamengo, que tem uma média alta.

- Tivemos algumas oportunidades, com Arrascaeta, Gustavo Henrique, Vitinho, tivemos quatro a cinco chances de gol, abaixo do que o time vem produzindo normalmente. Vamos tentar ter movimentações. Hoje jogamos com dois homens de área, com meias pelo lado, perdemos velocidade sem o Bruno Henrique. Nos defendemos melhor do que nos últimos jogos - concluiu Ceni.

POSSÍVEIS ADVERSÁRIOS NAS OITAVAS

Líder do Grupo G, o Flamengo garantiu lugar no Pote 1 no sorteio das oitavas de final da Libertadores, que será realizado na próxima terça-feira (1). Dessa forma, os possíveis adversários do Rubro-Negro na próxima fase são: Defensa y Justicia (ARG), Olimpia (PAR), Boca Juniors (ARG), River Plate (ARG), São Paulo, Universidad Católica (CHI), Vélez Sarsfield (ARG) e Cerro Porteño (PAR).

+ Vai começar! Veja a tabela do Campeonato Brasileiro

- Hoje em dia, sem público, se continuar sem público até o fim do ano, é muito pouca (vantagem). Você não tem o peso da sua torcida. Tem o fato de conhecer o estádio, o gramado, que para nós deu uma piorada, não ajuda muito. Os dois potes ficaram tão fortes que a vantagem é praticamente nula. É muito pequena - falou Rogério Ceni.

O foco agora, contudo, é a estreia no Campeonato Brasileiro. Neste domingo, o Flamengo volta ao Maracanã para enfrentar o Palmeiras, às 16h.