Cebola deixa o comando do Palmeiras com melhor sequência do ano

LANCE!/NOSSO PALESTRA
·1 minuto de leitura


A vitória por 3 a 0 sobre o Atlético-MG na última segunda-feira (02) foi a última partida de Andrey Lopes à frente do comando técnico do Palmeiras. Contratado na última semana, o português Abel Ferreira assume a função a partir desta terça-feira (03).

Andrey Lopes, o "Cebola", entrega o bastão após promover uma nítida melhora no outrora devastado Palmeiras. Se antes, sob o comando de Luxemburgo, o time era considerado um deserto de ideias, atualmente já é possível enxergá-las, graças ao que torcedores e jogadores estão chamando de "Cebolismo".

Andrey esteve no comando interino da equipe por cinco jogos em aproximadamente duas semanas. Nesse curtíssimo espaço de tempo, foi capaz de esclarecer alguns pontos que incomodavam em 2020: Felipe Melo é volante, Gabriel Menino é lateral, Raphael Veiga é armador, Wesley é titular e Rony pode ser muito útil. Acima de tudo, Cebola devolveu o gosto e a confiança do palmeirense pelo Palmeiras. Não há legado maior.

Após assumir em meio à pior sequência de derrotas do ano (Botafogo, São Paulo e Coritiba), Andrey perdeu apenas para o Fortaleza e depois emplacou quatro vitórias consecutivas (Tigre, Atlético-GO, Red Bull Bragantino e Atlético-MG), a maior sequência de toda a temporada. Ou seja, em dez meses, Vanderlei Luxemburgo não conseguiu sequer igualar a marca, nem mesmo durante o Paulistão.

No Palmeiras desde 2018, Andrey Lopes seguirá na comissão técnica fixa do clube como auxiliar de Abel Ferreira.