Ceará arranca empate heroico contra o RB Bragantino pelo Brasileirão; veja os melhores momentos

·5 min de leitura


No começo da noite deste domingo (17), o Ceará recebeu o RB Bragantino e ambos protagonizaram uma partida eletrizante pela 27ª rodada do Brasileirão. O Braga abriu 2 a 0 com Helinho e Alerrandro, mas, já depois dos 45 minutos do 2° tempo, Fabrício Bruno (contra) e Gabriel Lacerda deixaram tudo igual. O resultado tirou os paulistas do G4, enquanto deixou o Vozão na 13ª posição.

+ Veja a tabela do Brasileirão e simule os resultados dos jogos

Agora, as duas equipes voltam a campo no meio de semana, em partidas atrasadas da 19ª rodada do Brasileirão. Na quarta-feira (20), o Ceará recebe o Palmeiras, às 19h. Por outro lado, na quinta-feira (21), o Bragantino visita o Internacional, às 20h.

Ceará x Bragantino
Ceará x Bragantino

Equipes fizeram jogo eletrizante (Foto: Felipe Santos / Ceará SC)

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

Começo maluco
Os primeiros minutos na Arena Castelão foram repletos de lances ofensivos. Pelo lado do Ceará, a equipe tentou controlar a bola e assustar com Vina de longe. Por outro lado, o Bragantino respondeu na mesma moeda, mas Richard, bem posicionado, defendeu a bomba de Emiliano Martínez.

Entretanto, aos 11 minutos não houve nada que o goleiro do Ceará pudesse fazer. Hurtado recebeu na entrada da área e, como um jogador de futsal, fez o pivô para Helinho bater de chapa, no canto esquerdo, para abrir o placar. Pouco depois, a arbitragem marcou pênalti para o time da casa, quando Erick simulou ter sido tocado por Luan Cândido dentro da área. Chamado pelo VAR, Wagner Magalhães mudou a decisão e o jogo seguiu 1 a 0.

Goleiros trabalham
O gol fez o Ceará entrar ainda mais no jogo. Logo depois do pênalti anulado, Erick teve a chance de se redimir pela simulação ao receber de Vina dentro da área. O atacante dominou e chute cruzado para boa defesa de Cleiton.

Em contrapartida, o Bragantino teve a oportunidade de ampliar o placar em dois momentos dentro de um mesmo lance. No primeiro, Pedrinho recebeu de frente para o gol, mas Richard fechou bem o ângulo. Na sobra, a bola foi alçada, e Hurtado testou no meio. Dessa vez, o goleiro segurou firme.

Centroavantes levam perigo
​O terço final da etapa inicial mostrou um ritmo mais lento das equipes. O Ceará teve mais a bola, mas foi pouco incisivo. Enquanto isso, O Bragantino tentou administrar o tempo e se mostrou mais interessado nos contra-ataques.

Mesmo com o jogo mais fechado, os centroavantes conseguiram participar em lances de perigo. Igor alçou a bola na área, e Cléber cabeceou mal pelo lado do Ceará. Já pelo Bragantino, Hurtado tentou bater falta no ângulo, mas Richard voou para evitar o gol e levar o 1 a 0 para o intervalo.

Ceará volta com tudo
​O intervalo mexeu ainda mais com o ímpeto da equipe da casa. Tiago Nunes colocou Lima em campo e o resultado foi imediato. Mais ofensivo, o Ceará levou perigo logo no primeiro minuto com Cléber, que chutou com estilo para boa defesa de Cleiton no canto direito.

Aos 5 minutos, Lima invadiu a área, mas bateu travado. Na sobra, Igor chutou rente à trave de Cleiton. Mais tarde, o goleiro do time paulista fez milagre após a bola se oferecer para Lima em cruzamento rasteiro. Depois, foi a vez Natan desviar arremate de Erick. A bola ainda bateu no travessão antes de sair.

Aí não, Richard!
​Depois da pressão nos primeiros minutos logo após o intervalo, o Ceará passou a encontrar uma defesa mais fechada e não teve os mesmos espaços. Por outro lado, ofereceu o contra-ataque para o rival, que não perdoou.

Aos 25, enquanto o time da casa reclamava de um possível pênalti, Luciano lançou Alerrandro. Richard saiu desesperado do gol e ficou no meio do caminho. Enquanto isso, o atacante ajeitou o corpo e mandou o chute de longe. No momento de tentar fazer a defesa, o goleiro do Vozão escorregou, tocou na bola, mas viu ela morrer no fundo das redes.

Fogo amigo e empate heroico
​O 2 a 0 abateu o Ceará, mas depois das mexidas de Tiago Nunes, que colocou Jael e Gabriel Santos, o Vozão voltou para o jogo. O segundo mostrou logo a sua importância e, aos 45 minutos, bateu cruzado ao invadir a área e contou com desvio de Fabrício Bruno, que matou o goleiro Cleiton, deixando o placar em 2 a 1.

A pressão se fez ainda maior e, no desespero, o Vozão foi com tudo para o ataque. Em bola sobrada na frente da área, Gabriel Lacerda, o zagueiro, soltou a bomba e contou com desvio para fechar o placar em 2 a 2 e levar o Castelão à loucura.

FICHA TÉCNICA
CEARÁ 2 X 2 BRAGANTINO
​​​Local
: Arena Castelão, em Fortaleza-CE
Data/Horário: 17 de outubro de 2021 (domingo), às 18h15
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa (RJ) e Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha (RJ)
Gols: Helinho (11'/1°T) (0-1), Alerrandro (24'/2°T) (0-2), Fabrício Bruno (contra, aos 45'/2°T) (1-2), Gabriel Lacerda (52'/2°T) (2-2)
Cartões amarelos: Luan Cândido, Emiliano Martínez, Hurtado, Pedrinho, Gabriel Novaes, Jadsom Silva (Bragantino), Bruno Pacheco (Ceará)

CEARÁ: Richard; Igor (Rick, aos 38'/2°T), Messias, Gabriel Lacerda e Bruno Pacheco (Kelvyn, aos 18'/2°T); Marlon (Gabriel Santos, aos 28/2°T), Fernando Sobral, Mendoza (Lima, aos 0'/2°T) e Vina; Cléber (Jael, aos 38'/2°T) e Erick. Técnico: Tiago Nunes.

BRAGANTINO: Cleiton; Aderlan, Fabrício Bruno, Natan e Luan Cândido; Jadsom Silva, Emiliano Martínez (Luciano, aos 8'/2°T), Helinho (Cristiano, aos 31'/2°T) e Cuello; Pedrinho (Gabriel Novaes, aos 14'/2°T) e Hurtado (Alerrandro, aos 14'/2°T). Técnico: Maurício Barbieri.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos