CBF oficializa primeiro patrocínio exclusivo para Seleção feminina e o Brasileiro Série A1

·2 minuto de leitura


A CBF anunciou que a Neoenergia é sua primeira patrocinadora exclusiva das Seleções femininas, desde a principal e de base. Em evento realizado nesta terça-feira, no Rio de Janeiro, o mandatário da entidade, Rogério Caboclo, confirmou que a marca também passará a ter os naming rights do Brasileiro Série A1 feminino. O vínculo com a empresa que pertence ao grupo Iberdrola durará até 2024.

- Trata-se de uma parceria inédita da CBF com a Neonergia, que passa a ser a primeira marca a patrocinar exclusivamente a seleção em todas suas categorias. É um marco que reflete bem a valorização e importância que o futebol feminino está alcançando no Brasil - destacou Caboclo.

A marca da patrocinadora aparecerá nas costas da camisa de treino da Seleção feminina. Rogério Caboclo apontou que a Neonergia ainda promoverá práticas mais sustentáveis na utilização da energia da Granja Comary, em Teresópolis (RJ).

> Veja a tabela do Brasileirão feminino Série A1

O CEO da Neonergia, Mario Ruiz, exaltou o novo acordo.

- A Neoenergia inicia uma parceria pioneira com a CBF. Nosso intuito é promover oportunidades reais para que mais e mais mulheres trilhem um caminho de sucesso na sua vida com o futebol - disse.

> Veja a tabela das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022

Ruiz ainda adotou um tom otimista com o acordo.

- A Seleção já conquistou sete vezes a Copa América, foi vice-campeã mundial e medalha de prata em Atenas e Pequim. Falta um pouquinho de energia para ser campeã mundial. Isso é o que nós estamos trazendo agora... declarou.

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

A cerimônia na sede da CBF ainda teve a presença da coordenadora de competições femininas, Aline Pellegrino. Já Duda Luizielli, que ocupa o cargo de coordenadora de seleções femininas, não esteve no local porque se recupera de Covid-19.

Técnica da Seleção feminina, Pia Sundhage definiu o acordo como uma mudança de rota.

- Não é só sobre dinheiro. É muito mais que isso. É atitude, são ações, é o que precisamos. Estou muito feliz porque faço parte dessa mudança... - apontou.

A treinadora ainda cantou um verso da canção "Times They are a-Changin'" (Os tempos estão mudando), de Bob Dylan, astro de quem é fã declarada.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos