CBF libera terceira parcela de apoio aos árbitros


A CBF começou a liberar a terceira parcela de auxílio financeiro aos árbitros e assistentes que pertencem ao quadro nacional, em função da paralisação do futebol no Brasil por conta da pandemia da COVID-19. Eles passam a receber mais uma taxa de jogo, calculada a partir da maior taxa paga para a categoria correspondente, num desembolso total de R$ 900 mil por parte da entidade.

Além de liberar um novo apoio, a CBF transformou as três parcelas pagas como antecipação em doação, não estando elas mais vinculadas ao reembolso dos valores em escalas futuras. Ao longo dos últimos três meses, foram repassadas R$ 2,7 milhões aos 479 integrantes aptos do quadro nacional de arbitragem.

- Essas medidas são mais uma demonstração do respeito que a CBF tem pela competência e dedicação dos árbitros brasileiros. Apesar da paralisação das competições, eles têm trabalhado muito em atividades de atualização e aperfeiçoamento e tenho certeza que estarão prontos a atuar quando o futebol voltar - destaca Rogério Caboclo.

Ao longo das últimas semanas, por meio de aulas de vídeo, foram abordados lances de jogo, aspectos do VAR e as novas mudanças nas regras anunciadas pela IFAB. Além das questões teóricas, atendimento psicológico, em sessões individuais e coletivas, e instruções para manutenção do condicionamento físico foram disponibilizados aos integrantes da arbitragem.






Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também