CBF deveria investir tudo para ter Klopp na Seleção Brasileira

Yahoo Esportes
Klopp durante treino do Liverpool (John Powell/Liverpool FC via Getty Images)
Klopp durante treino do Liverpool (John Powell/Liverpool FC via Getty Images)

O Liverpool conquistou o título da Premier League, depois de 30 anos de jejum. O clube que era protagonista nas décadas de 70 e 80, sofreu muito no território interno, mesmo que tenha conquistado a Champions League, em 2005, repetindo o título em 2019.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Siga o Yahoo Esportes no Google News

Óbvio que o Liverpool nunca deixou de ser um gigante inglês e europeu, mas a chegada de Jürgen Klopp mudou o cenário. Nos dois últimos anos, o Liverpool foi enorme dentro de campo e só não quebrou o tabu inglês porque teve um adversário como o Manchester City de Guardiola, perdendo a Liga por um ponto, na temporada passada.

Leia também:

O técnico alemão transformou a equipe com um jogo coletivo fortíssimo, extraindo o máximo de todos os seus comandados e atropelando os adversários. O Liverpool pode não ser um primor técnico, mas dá gosto de ver pela ambição da vitória do primeiro ao 95º minuto. Isso é indiscutível.

Em quatro anos, Klopp entrou para o top 3 dos treinadores mundiais e virou unanimidade como um ótimo gestor, interna e externamente.

Vendo tudo o que Klopp fez, o blog gostaria muito de ver o alemão como treinador da Seleção Brasileira. A CBF gasta bastante com toda sua comissão técnica atual e poderia despejar um caminhão de dinheiro e um projeto de médio e longo prazo para ter Klopp. Por que não fazer essa tentativa?

Nada contra Tite e os brasileiros, mas chegou a hora da Seleção tentar um grande nome estrangeiro. Klopp tem Alisson, Roberto Firmino e Fabinho ao seu dispor, diariamente, e vive intensamente o futebol europeu, onde estão nossos principais convocados.

O presidente da CBF, Rogério Caboclo, entraria para a história por ser um dirigente ambicioso e inovador, entregando a Seleção para alguém consistente e moderno, com 53 anos de idade. Passou da hora de um grande nome europeu para o Brasil e Klopp seria um lance enorme e indiscutível.

Veja mais de Alexandre Praetzel no Yahoo Esportes

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Leia também