Cazares e quem mais? Atlético-MG tem seis jogadores em fim de contrato

Goal.com

O Atlético-MG vive um momento de reconstrução após anos de muito investimento no futebol e pouco retorno esportivo desde 2015. Com uma série de atletas marcantes neste período em final de contrato, o clube já sabe que não vai renovar com ao menos um deles: o meia Cazares.

"Cazares não renova, a ideia é sair, não há renovação. O ciclo dele se encerrou no (Atlético) Mineiro", comentou o empresário do atleta, Jorge Marino, em entrevista ao UOL. Mais novo e valioso da lista, o equatoriano deve puxar um bonde formado por experientes atletas.

Ao todos, seis nomes do atual elenco têm contrato se encerrando no meio ou no final de 2020. Veja abaixo a situação detalhada de cada um deles e o panorama para o futuro do clube de Jorge Sampaoli.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Victor

Lesionado durante boa parte da última temporada, o goleiro ídolo da torcida tem contrato até dezembro de 2020. No clube, há a expectativa para saber se ele, aos 37 anos, vai continuar a jogar ao final do vínculo. Se não quiser se aposentar, Victor deve ganhar mais um ano no Galo.

Fábio Santos

Outro que tem contrato até dezembro, Fábio Santos dificilmente ficará no Galo após essa data. O clube mineiro já buscou Guilherme Arana no mercado e acredita que o jovem tem total potencial para assumir o setor sob o comando de Sampaoli.

Patric

Contratado pelo Galo em 2011 e já com diversas idas e vindas por empréstimo, Patric deve encerrar seu ciclo no clube também ao final deste ano. Valorizado pela força de trabalho e a capacidade de exercer várias funções, ele tem 31 anos, podendo abrir espaço para uma renovação do elenco.

Ricardo Oliveira

O jogador já teve dúvidas a respeito da sua sequência em 2019, quando precisou conversar com a diretoria acerca do seu papel no futuro. Titular em cinco dos oito jogos que fez na temporada, tenta mostrar a Jorge Sampaoli que pode ser útil por mais um ano após o fim do seu vínculo, em dezembro.

Nathan

Único da lista com vínculo que se encerra no meio deste ano, Nathan também é o que tem mais chances de ficar. O clube acertou com o Chelsea a extensão do empréstimo pelos seis primeiros meses deste ano e tenta levantar o dinheiro necessário para comprar o jogador em definitivo.

Leia também