Cavani chamou Messi para briga. E o argentino aceitou: "quando quiser"

O que mais chamou a atenção no empate por 2 a 2 foi a discussão acalorada entre o uruguaio e o argentino
O que mais chamou a atenção no empate por 2 a 2 foi a discussão acalorada entre o uruguaio e o argentino

Foi, sem dúvida, o momento mais tenso da partida. Durante o amistoso entre Argentina e Uruguai, que terminou empatado por 2 a 2, em Israel, Edinson Cavani e Lionel Messi se desentenderam e protagonizaram uma forte discussão.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM

Tudo começou depois de uma dura falta em Messi, que logo se levantou e estava pronto para bater a falta. Nesse momento, Cavani começou a falar alguma coisa para o argentino. Entre elas, o uruguaio teria dito: “Quer brigar?” e o argentino então respondeu, balançando a cabeça positivamente: “Quando quiser, quando quiser”.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também:

A discussão não chegou às vias de fato pois os outros jogadores logo trataram de apaziguar a situação e o jogo correu normalmente após esse episódio. Curiosamente, tanto Messi quanto Cavani marcaram para suas seleções, um gol cada. Os outros gols foram de Sergio Agüero e Luis Suárez.

Messi vêm mostrando um lado nunca visto em toda sua carreira. Aos 32 anos, ele parece ter assumido um papel de liderança que, até então, ele não havia mostrado. Brigador, ele protestou contra a Conmebol durante a Copa América (dizendo que a competição estava armada para o Brasil ser campeão), peitou Sergio Ramos, mandou Tite se calar e agora “chamou” Cavani para a briga.

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter

Leia também